Brasil cai cinco posições no ranking mundial de desenvolvimento humano

País passou da 79ª para a 84ª posição entre 189 países analisados, ficando atrás de Chile e Argentina

atualizado 15/12/2020 14:14

JP Rodrigues/Metrópoles

O Brasil caiu cinco posições no ranking mundial de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) em 2019, na comparação com o ano anterior, segundo Relatório de Desenvolvimento Humano, do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (Pnud), divulgado nesta terça-feira (15/12).

Em 2018, o país ocupava a 79ª posição. Apesar da queda, o índice brasileiro subiu de 0.762 para 0.765. O IDH é um indicador que vai de 0 a 1  — quanto mais próximo de 1, mais desenvolvida é a nação, de acordo com o cálculo. A avaliação leva em consideração saúde (expectativa de vida), educação (expectativa de escolaridade e média de anos de estudo para pessoas com 25 anos ou mais) e renda.

O ranking é liderado pela Noruega, com IDH de 0.957. Em seguida aparecem outras duas nações europeias: Irlanda e Suíça, empatadas em segundo lugar. Nas últimas posições, estão três países africanos: Chade (0.398), República Centro-Africana (0.397) e Níger (0.394).

Comparações

O resultado coloca o Brasil atrás de vizinhos sul-americanos, como Chile, Argentina, Uruguai, Peru e Colômbia. O índice brasileiro supera apenas o do Paraguai e da Bolívia.

Em comparação com outros membros do Brics, bloco de países emergentes do qual faz parte, o Brasil perde para a Rússia, mas aparece à frente de China, África do Sul e Índia.

Últimas notícias