*
 

A Coreia do Norte disse que conseguiu fabricar uma bomba de hidrogênio “mais avançada” e montá-la na ponta de um míssil de longo alcance, segundo reportou a mídia estatal norte-coreana na madrugada deste domingo (3/9) — horário local. O país também advertiu contra uma explosão nuclear de alta altitude, que teria provocado um tremor de magnitude 6,3 no território norte-coreano.

Trata-se do sexto teste atômico feito por Pyongyang nos últimos 11 anos. Segundo a mídia estatal da Coreia do Norte, o líder norte-coreano, Kim Jong-un, teria testemunhado uma bomba de hidrogênio sendo montada em um novo míssil balístico intercontinental enquanto visitava o Instituto de Armas Nucleares do país.

Na reportagem, Kim se vangloria de que todos os componentes de sua arma termonuclear seriam produzidos internamente, isolando o programa de armas nucleares de sanções e “permitindo ao país produzir armas nucleares poderosas, tanto quanto quiser”.

Embora as reivindicações não possam ser verificadas imediatamente, a reportagem, que não especificou a data da visita de Kim ao instituto, provavelmente aumentará as expectativas de um teste nuclear ou outro teste de míssil de longo alcance pela Coreia do Norte.

 

 

COMENTE

Coreia do NorteKim Jong Unbomba de hidrogênio
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo