Colapso de barragem junto a mina de ouro deixa ao menos 15 mortos

Unidade, que fica a cerca de 3,4 mil km de Moscou, na Sibéria, não tinha registro na agência responsável. Há ao menos 16 feridos

Russian Emergency Situations Ministry/ReproduçãoRussian Emergency Situations Ministry/Reprodução

atualizado 19/10/2019 15:27

Pelo menos 15 pessoas morreram após uma barragem em uma pequena mina de ouro siberiana desabar e a água inundar os dormitórios de trabalhadores. O Ministério de Emergências disse que sete corpos ainda não foram identificados. O órgão regional da saúde disse que 16 pessoas ficaram feridas.

A barragem não havia sido registrada ou aprovada para uso pela Rostechnadzor, a agência russa de supervisão tecnológica e ecológica, afirmou a agência de notícias Interfax. O colapso ocorreu em um período de fortes chuvas por volta das 6h de sábado do horário local, perto da vila de Shchetinkino, na região de Krasnoyarsk, na Sibéria, cerca de 3.400 quilômetros a leste de Moscou.

O presidente do governo regional de Krasnoyarsk, Yuri Lapshin, disse que a “a estrutura hidrotécnica foi construída de maneira improvisada”. O Comitê de Investigação do país disse que abriu uma investigação criminal sobre possíveis violações dos regulamentos de segurança no local de trabalho.