Canadense usa IA para simular conversas com sua noiva, morta em 2012

Joshua Barbeau perdeu sua noiva, Jessica Pereira, em 2012: ela morreu em consequência de uma rara doença no fígado

atualizado 26/07/2021 17:33

Redes sociais/Reprodução

Um canadense de 33 anos usou um software de inteligência artificial para simular conversas com sua noiva – que morreu em 2012. A história foi narrada no podcast Fifth & Mission, do San Francisco Chronicle, e comparada pelos internautas a um episódio da série Black Mirror, em que uma empresa fornece exatamente esse serviço – e, em certo ponto da história, vai além; criando robôs perfeitos que imitam a personalidade e os trejeitos de pessoas já falecidas.

Joshua Barbeau perdeu sua noiva, Jessica Pereira, em 2012: ela morreu em consequência de uma rara doença no fígado. Em setembro do ano passado, Barbeau descobriu um site chamado Project December: pagando apenas US$ 5 para criar uma conta, ele escreveu informações sobre a vida, os gostos e a personalidade de Jessica, além de ter fornecido ao software acesso a antigas mensagens trocadas entre ele e a noiva no Facebook.

Leia mais em NSC Total, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias