Queiroga quer ampliar fornecimento dos remédios de pressão e diabetes

Ministro da Saúde participou do XXII Congresso de Cardiologia de Brasília, realizado no Espaço Cultural Brasil XXI, no centro da capital

atualizado 12/08/2022 20:52

Material cedido ao Metrópoles

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defendeu, nesta sexta-feira (13/8), mais aquisições e a melhoria de acesso da população para medicamentos disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) para tratamento de doenças cardiovasculares.

De acordo com Queiroga, a atenção será dada, em especial, para medicações usadas no controle da pressão arterial, assim como o tratamento de diabetes. A ideia é ampliar a quantidade de opções disponíveis na rede pública de saúde.

O ministro participou, como palestrante, do XXII Congresso de Cardiologia de Brasília, realizado no Espaço Cultural Brasil XXI, no centro da capital federal.

“[O ministro] reforçou a importância da atenção básica de saúde com a necessidade da incorporação no SUS de novos medicamentos para controle de hipertensão arterial e diabetes. Somente com tratamento adequado dos fatores de risco diminuiremos as doenças cardiovasculares no Brasil”, afirmou Fausto Stauffer, presidente da Sociedade de Cardiologia do Distrito Federal.

Mais lidas
Últimas notícias