Artigo: entenda por que cozinheiros não gostam de temperos prontos

Profissionais mais sérios fogem desses subterfúgios da indústria alimentícia

atualizado 15/03/2019 12:30

iStock

Atualmente, é possível encontrar prateleiras de temperos prontos nos mercados, desde ervas secas até caldos prontos. É consenso na comunidade de cozinheiros torcer o nariz para esses produtos: acredite, a implicância tem motivo.

O sabor de ingredientes frescos não é superado por seus colegas secos. Esse tipo de tempero é, no máximo, um “quebra-galho” para quando você não tem como utilizar a primeira opção. O sabor e aroma são mais fracos e, às vezes, diferem-se do natural por conta do processamento e tempo de prateleira.

O ideal, caso não tenha acesso sempre, é você mesmo secá-los (deixar em uma travessa coberta com pano e depois processar) ou congelá-los imersos em óleo/azeite.

Caldos prontos não têm absolutamente nada a ver com os artesanais. O sabor sequer se assemelha ao real, em pouco se distinguem dos encontrados em macarrão instantâneo. Infelizmente, algumas casas usam esses produtos como um “anabolizante” de fundos caseiros, porém, são facilmente identificáveis no paladar.

Temperos em pó costumam receber amido de milho e outras substâncias para render mais. Um teste simples que você pode fazer é com a noz moscada ralada na hora e a em pó: coloque ambas em uma frigideira quente, a vendida já em pó solta fumaça e queima rapidamente, indicando que há outros componentes. Algumas especiarias, infelizmente, só se apresentam dessa forma nos mercados nacionais.

O fator da saúde: caldos e temperos prontos normalmente têm alguns fatores bastante prejudiciais ao organismo. Os mais nocivos são o sódio e o realçador glutamato monossódico. Caldos e temperos caseiros raramente têm açúcares em sua composição.

Por isso, faça sempre seu próprio caldo (reduza ele e congele, para ter um concentrado sempre que precisar); mesmo se quiser usar ervas e não tenha sempre acesso às frescas, desidrate você mesmo ou as congele em meio oleoso e, para especiarias em pó, bom, essas não temos como escapar, portanto, prefira as marcas premium.

Mais lidas
Últimas notícias