1º Festival Cerrado no Prato acontece em Brasília, Goiânia e SP

O coletivo de chefs apaixonados pelos insumos da região criou um festival com 22 restaurantes participantes em três cidades diferentes

Mariana Ferreira Branda/Divulgação

atualizado 13/01/2020 19:40

O projeto Cerrado no Prato virou festival gastronômico: de 17 a 26 de janeiro, 22 restaurantes de Brasília, Goiânia e São Paulo vão oferecer preparos com insumos do Cerrado como castanha de baru, pequi, cagaita, pimenta-de-macaco e buriti, entre outros.

Os ingredientes serão fornecidos pela Central do Cerrado, uma união de 35 comunidades de produtores que atuam no bioma. “A ideia é que as pessoas possam ampliar o repertório
sobre as espécies nativas do bioma e se encantar com os sabores e saberes que o Cerrado pode proporcionar. O chef Francisco Ansiliero, por exemplo, encomendou 12 quilos de baru, ingrediente principal de seu nhoque, com a produtora Madalena Soares no Mercado da Agricultura Familiar na Ceasa”, conta a curadora do projeto, Ana Paula Jacques.

O prato do tradicional chef brasiliense é feito com o mesocarpo da castanha de baru e chegará à mesa com um molho à bolonhesa. A refeição acompanha salada e um pudim de sobremesa e custa R$ 64,90, e será servida no almoço e no jantar. O chef Ronny Peterson, por sua vez, vai servir em seu Aroma um polvo braseado com musseline de baroa e pequi com cebolas pérola tostadas, no almoço e no jantar, a R$ 84.

No Teta Cheese Bar, a clientela poderá provar a burrata com caponata de buriti (R$ 38) e o pirão de caldo de buriti com banana da terra, couve-flor, baru e crosta de queijo Furão (R$ 35) no almoço e o sanduíche de disco cremoso de frango e queijo do Serro cin alioli de pequi no brioche de semente de girassol (R$ 31) no jantar. Durante todo o dia, a casa oferece uma infusão de cajuzinho do cerrado em vodca orgânica Tiiv, rum Havana añejo 3 anos, xarope caseiro de gengibre e espuma de cajuzinho do cerrado e gengibre (R$ 33).

Do Universal, Mara Alcamim preparou um fettuccine caseiro com filé mignon alto ao molho funghi, cogumelos orgânicos frescos e pimenta-de-macaco Kalunga, a R$ 99. Quem provar este preparo vai levar para casa um prato de cerâmica colecionável. De Brasília, ainda participam os restaurantes Authoral, Baco Pizzaria, Bla’s, IVV Swine Bar, La Boulangerie, Le Parisien Bistrot, New Mercadito e Objeto Encontrado.

Em Goiânia, a clientela encontra o festival no 1929 Trattoria Moderna, no Íz Restaurante, no Grá Bistrô, no Juá Restaurante e no Meze. A capital paulista terá menus no Balaio IMS, na Casa de Ieda, no Corrutela, no Mandioca Cozinha e no Napoli Centrale.

Últimas notícias