Brasil vôlei Tóquio

Set de 50 minutos e tie-break: Brasil vence guerra contra a França

Por 3 sets a 2, o Brasil derrotou a França com as parciais 25 x 22, 37 x 39, 25 x 17, 21 x 25 e 20 x 18

atualizado 01/08/2021 2:01

Brasil vôlei TóquioToru Hanai/Getty Images

Contando com ótimas atuações principalmente de Wallace no ataque, Lucão no bloqueio e Lucarelli e Thales na recepção, a Seleção Brasileiras masculina de vôlei finalizou a fase de grupos dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 com uma vitória gigantesca.

Por 3 sets a 2, o Brasil derrotou a França em partida que só terminou no tie-break e ficou marcada por um set de 50 minutos de duração. As parciais ficaram 25 x 22, 37 x 39, 25 x 17, 21 x 25 e 20 x 18.

Num primeiro set equilibrado, com erros dos dois lados, mas com Lucão gigante no bloqueio e Lucarelli, Leal e Wallace muito bem no ataque, o Brasil foi ligeiramente superior e fechou com 25 x 22.

A França melhorou na segunda parte e chegou ao set-point com 24 x 23, mas a Seleção Brasileira não baixou a cabeça e lutou até o fim. A disputa durou 50 minutos e os franceses levaram a melhor, 39 x 37. Tudo igual, 1 x 1.

O Brasil começou bem o terceiro set, abrindo uma vantagem cada vez mais larga, chegando ficar oito pontos à frente, 19 x 11. A segunda vitória da partida terminou aos 25 x 17, 2 x 1 para os brasileiros.

A Seleção de Renan Dal Zotto voltou com o mesmo ritmo, buscando matar o jogo no quarto set. Saiu na frente nos primeiros pontos, mas viu a França passar e adiar a vitória. Os franceses igualaram o placar novamente, 2 x 2, fechando o set em 25 x 21.

No tie-break, o Brasil abriu 4 x 0 até os adversários conseguirem o primeiro ponto. A vantagem verde e amarelo prevaleceu até o 12º ponto da Seleção, quando os franceses encostaram e conseguiram a virada. Eles tiveram quatro set-points antes do Brasil ter o primeiro ponto do jogo, mas a vitória só foi confirmada no segundo set-point brasileiro, 20 x 18, 3 sets a 2 no geral.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias