Nadal bate japonês e reencontrará algoz australiano em Wimbledon

O espanhol começou sua campanha após exibir descontentamento com os critérios utilizados pela organização para definir os cabeças de chave

João Pires/Rio OpenJoão Pires/Rio Open

atualizado 02/07/2019 16:22

Sem maiores dificuldades, Rafael Nadal confirmou favoritismo em sua estreia na chave masculina de simples de Wimbledon ao vencer o japonês Yuichi Sugita com parciais de 6/3, 6/1 e 6/3, nesta terça-feira (02/07/2019), em Londres, onde o espanhol almeja conquistar o seu terceiro título do Grand Slam inglês após os troféus obtidos em 2008 e 2010.

Com o triunfo tranquilo por 3 sets a 0, o atual vice-líder do ranking mundial avançou para encarar na segunda rodada o australiano Nick Kyrgios, que ganhou três dos seis confrontos travados com o rival e foi o algoz do tenista da Espanha na única vez em que os dois mediram forças em Wimbledon, há cinco anos, quando desbancou o favoritismo do adversário em duelo válido pelas oitavas de final.

Horas antes de Nadal entrar em quadra, Kyrgios sofreu para vencer, mas se garantiu na próxima fase na capital inglesa ao superar o seu compatriota Jordan Thompson por 3 sets a 2, com 7/6 (7/4), 3/6, 7/6 (12/10), 0/6 e 6/1.

Atuando diante de Sugita, apenas o atual 274º colocado do ranking da ATP, Nadal aproveitou seis das 15 chances que teve de quebrar o saque do japonês, que converteu apenas um de cinco break points cedidos pelo espanhol. Assim, o favorito liquidou o jogo em 2h01min.

Nadal começou esta sua campanha em Londres após exibir descontentamento com os critérios utilizados pela organização de Wimbledon para definir os seus cabeças de chave. O Grand Slam britânico não leva em conta apenas o ranking para definir a ordem dos tenistas pré-classificados, mas também o desempenho dos jogadores em torneios em piso de grama nos dois anos anteriores ao evento.

Com isso, o suíço Roger Federer, com melhor desempenho neste tipo de quadra no período, foi confirmado como segundo cabeça de chave, mesmo estando atrás de Nadal no ranking. E isso fez com que o espanhol tivesse um caminho considerado mais duro a percorrer em sua campanha, na qual pode pegar, em sequência, o próprio Federer em uma eventual semifinal e depois o sérvio Novak Djokovic em uma possível decisão.

A primeira maior pedreira encarada por Nadal nesta sua rota em Wimbledon será Kyrgios, que levou a melhor no último duelo entre os dois, no Torneio de Acapulco deste ano, em quadra dura, na qual o australiano também surpreendeu o rival no Masters 1000 de Cincinnati de 2017. E antes disso, no primeiro embate entre os tenistas, o atual 43º colocado do ranking derrotou o adversário por 3 sets a 1 em Wimbledon, no único jogo que os dois fizeram até hoje em piso de grama.

Outros jogos
Em outros duelos encerrados há pouco em Londres, o argentino Diego Schwartzman e o alemão Jan-Lennard Struff confirmaram as respectivas condições de 24º e 33º cabeças de chave em suas estreias. O primeiro deles bateu o australiano Matthew Ebden por 3 sets a 1, com 6/4, 3/6, 6/3 e 6/2, enquanto o segundo passou pelo moldávio Radu Albot por 6/4, 6/3 e 6/2.

Já o canadense Denis Shapovalov não conseguiu justificar o seu status de 29º pré-classificado na primeira rodada ao cair diante do lituano Ricardas Berankis com parciais de 7/6 (7/0), 6/4 e 6/3.

O australiano John Millman, o casaque Mikhail Kukushkin, o norte-americano Taylor Fritz e o francês Gregoire Barrere também abriram campanha com vitória em outros duelos finalizados há pouco na capital inglesa.

Classificação

PosTimePÚltimos
jogos
1Flamengo81
W W W D W
2Palmeiras68
W W W D D
3Santos65
W W W W D
4Grêmio56
W W W W L
5Athletico-PR53
D W D W W
6São Paulo53
L W L L D
7Internacional50
D L L W D
8Corinthians50
L L W D D
9Bahia44
L D D L D
10Vasco44
D L W D D
11Goiás43
D W L L D
12Fortaleza42
W D L W W
13Atlético-MG41
L D W D D
14Botafogo36
L L L W L
15Ceará36
W L W L L
16Cruzeiro36
W D D D D
17Fluminense35
L D W L D
18CSA29
W L L L L
19Chapecoense25
W L D L W
20Avaí18
L L L L D
Últimas notícias