Salomé, torcedora símbolo do Cruzeiro, morre após passar mal

A mulher chegou a ser socorrida por bombeiros após o rebaixamento do time, no domingo. Morte foi registrada na madrugada desta terça

atualizado 10/12/2019 10:16

A ilustre torcedora cruzeirense Maria Salomé da Silva, mais conhecida como dona Salomé, morreu na madrugada desta terça-feira (10/12/2019). A mulher passou mal no último domingo (08/12/2019), após o primeiro rebaixamento da história do clube do coração.

Além de torcedora, Salomé era funcionária da equipe celeste. Sempre que possível, acompanhava todos os jogos da Raposa, não só no futebol mas também em outros esportes, como o vôlei. A mulher morava em Belo Horizonte e faleceu aos 86 anos.

O perfil do Estádio do Mineirão no Twitter lamentou a morte da cruzeirense. O texto afirma que a torcedora era um símbolo de alegria:

Diante da fraca campanha do time de Belo Horizonte no Brasileirão 2019, as brigas em torno do Mineirão eram cada vez mais frequentes. No último dia 3 de dezembro, a Polícia Militar mineira registrou que Salomé havia sido agredida após um jogo de vôlei.

A torcedora logo tratou de desmentir a versão e disse que havia caído durante uma confusão. De acordo com Salomé, ela se desequilibrou por estar com uma bolsa pesada.

O único filho dela, Roberto da Silva, também confirmou que a morte da mãe não teve nada a ver com o ocorrido. Salomé era hipertensa e tomava medicação contra a doença.

O jogo

A derrota na última rodada do Campeonato Brasileiro por 2 x 0 diante do Palmeiras, em pleno Mineirão, deixou os 9 milhões de torcedores celestes desolados. A campanha no decorrer do ano contou com diversos tropeços. O time encerrou o campeonato com 36 pontos, na décima sétima colocação.

Vídeos
Últimas notícias