*
 

Com dois anos e meio de treinos, Petrucio Ferreira dos Santos, de 19 anos, ganhou medalha de ouro e quebrou o recorde mundial novamente, na prova dos 100 metros, na classe T47, na manhã deste domingo (11/9), na Paralimpíada do Rio de Janeiro.

Ele atingiu a marca de 10s57, superando seu próprio tempo, de 10s67, registrado nas eliminatórias, quando também impôs uma nova marca mundial, no sábado (10/9). Além do feito, a torcida brasileira, em bom número no Engenhão, pôde celebrar a dobradinha brasileira, já que Yohansson Nascimento, de 28 anos, obteve a medalha de bronze na mesma prova.

Após celebrar o ouro, Petrucio destacou o esforço intenso nos últimos dois anos e meio para buscar o título paralímpico. “Lembrei de tudo o que trabalhei, dos dias que cheguei do treino tão cansado que quase não consegui tomar banho. Essa é a recompensa, ouvir o hino, com a torcida cantando de fundo”, afirmou.

Esta foi a primeira participação do atleta em Paralimpíada. O atleta, que mora em João Pessoa, nunca tinha alcançado estas marcas registradas no Rio de Janeiro, nem mesmo durante os treinos. “Nesses últimos dois anos e meio, eu tenho dedicado todos os dias da minha vida ao atletismo. Estar na pista é a minha segunda casa e correr a minha maior alegria”, declarou o atleta, emocionado.

Rio 2016/Brandão

Yohansson Nascimento, de 28 anos, obteve a medalha de bronze na mesma prova.

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação

Leia mais: Paralimpíadas