Pan: medalhista de ouro americano se ajoelha durante hino

O esgrimista Race Imboden protestou contra o presidente Trump, o racismo e o tratamento dado aos imigrantes nos EUA

Leonardo Fernandez/Getty ImagesLeonardo Fernandez/Getty Images

atualizado 10/08/2019 23:15

Os Estados Unidos venceram o Brasil na esgrima em disputa pelos Jogos Pan-Americanos de Lima. Ao subir no pódio, Race Imboden, um dos membros da equipe americana, decidiu utilizar o momento para protestar e ajoelhar durante a execução do hino americano.

“Nós precisamos de mudança. Eu me sinto honrado de representar os EUA nos jogos Pan-Americanos, levando pra casa o ouro e o bronze. Meu orgulho, no entanto, é curto devido às falhas do país que eu amo tanto. Racismo, controle de armas, o mau-tratamento dispensado aos imigrantes e um presidente que espalha ódio estão no topo de uma longa lista”, o atleta explicou, em seu Twitter.

“Eu escolhi sacrificar o momento no pódio para chamar atenção para os problemas que precisam ser abordados. Eu espero que outros usem suas plataformas para empoderamento e mudança”, finalizou.

Por ter assinado um documento obrigatório em que impede os atletas de fazerem propaganda de natureza política, religiosa ou racial, Imboden deverá sofrer sanções do Comitê Olímpico Americano.

Últimas notícias