Norte-americana Sofia Kenin conquista o Aberto da Austrália

Tenista vence a espanhola Garbiñe Muguruza, considerada favorita ao título, na final feminina do torneio, o primeiro Grand Slam do ano

Cameron Spencer/Getty Images

atualizado 01/02/2020 11:52

O tênis tem uma nova estrela. Na manhã deste sábado (01/02/2020), a surpreendente americana Sofia Kenin, de 21 anos, conquistou o título do Aberto da Austrália com uma vitória por 2 sets a 1 (4/6, 6/2 e 6/2), de virada, sobre a espanhola Garbiñe Muguruza. Graças a esse triunfo, ela vai entrar pela primeira vez no grupo das dez primeiras colocadas do ranking mundial, tornando-se a número um dos Estados Unidos.

Nascida em Moscou, na Rússia, Kenin (à direita na foto em destaque) mudou-se para a América do Norte com a família com alguns meses de vida. Ela brilhou no circuito juvenil (foi a número dois do mundo na categoria), estreou como profissional em 2015 e deu um grande salto na carreira no ano passado, quando chegou à 12ª colocação da classificação da WTA.

Em Grand Slams, porém, o histórico da americana era modesto. O melhor que ela havia conseguido foi chegar às oitavas de final em Roland Garros no ano passado. Na Austrália, não havia ido além da segunda rodada, por isso, entrou na decisão em Melbourne como zebra.

Afinal de contas, do outro lado da quadra estava uma campeã de Roland Garros (2016) e Wimbledon (2017). Embora tenha vivido uma péssima fase nos últimos dois anos, a espanhola fez uma campanha muito boa na Austrália, mostrando um tênis próximo ao melhor da carreira.

Neste domingo (02/02/2020) ocorre a final masculina.

O jogo

No primeiro set, Muguruza justificou o favoritismo com uma atuação cheia de autoridade. Fiel a seu estilo, ela foi muito agressiva e só cometeu um deslize no oitavo game, quando liderava o placar por 4 a 2 e teve seu serviço quebrado por Kenin. Logo em seguida, porém, a espanhola voltou a quebrar o saque da adversária e fechou a parcial em 6/4.

Àquela altura, muita gente acreditava que a inexperiente Kenin iria desabar, mas ela colocou em quadra uma de suas principais virtudes: a garra. A americana se manteve firme mentalmente e dominou completamente o segundo set, que fechou com o placar de 6/2.

O começo da parcial decisiva foi bastante equilibrado. As duas jogadoras estavam atuando bem e o nível da decisão subiu bastante. No quinto game, um momento fundamental para o desfecho da partida: Muguruza teve três chances para quebrar o serviço de Kenin, mas a americana elevou demais o nível do seu jogo, conseguindo cinco bolas vencedoras consecutivas.

As chances perdidas parecem ter machucado Muguruza profundamente, pois a espanhola se perdeu depois daquele quinto game. Ela passou a errar seguidamente, cometendo várias duplas faltas, e a jovem americana só precisou controlar os nervos para aproveitar a pane mental da adversária e fechar o jogo com 6/2.

Ranking

Mais jovem campeã do Aberto da Austrália desde 2008, quando a russa Maria Sharapova levou o título aos 20 anos, Sofia Kenin vai aparecer na segunda-feira na sétima colocação do ranking da WTA, tirando Serena Williams do posto de número um dos Estados Unidos. Com a conquista em Melbourne, ela receberá um prêmio de quase R$ 12 milhões.

Muguruza, por sua vez, vai saltar da 32.ª posição do ranking para a 16.ª. A espanhola receberá o equivalente a R$ 5,9 milhões pelo vice-campeonato do primeiro Grand Slam de 2020.

Vídeos
Últimas notícias