Milton Leite questiona Cuca em caso de estupro: “Por que demorou?”

Em participação no programa Redação SporTV desta quarta, o jornalista cobrou que o técnico seja mais transparente em relação ao assunto

atualizado 03/03/2021 11:42

Cuca e Milton LeiteIvan Storti/Santos FC e Reprodução/Instagram

O apresentador Milton Leite reprovou o depoimento do técnico Cuca, nessa terça-feira (2/3), sobre sua condenação em caso de estupro em 1987. O treinador, que está perto de acerto com o Atlético-MG, foi às redes sociais se defender das críticas e alegou inocência. Nesta quarta (3/3), porém, o jornalista da TV Globo questionou: “Se ele é tão inocente assim por que demorou 34 anos para de defender?”

Em participação no programa Redação SporTV desta quarta, Milton Leite cobrou que o técnico seja mais transparente em relação ao caso. Em 1989, Cuca e mais três jogadores do Grêmio foram acusados de ter relações sexuais com uma garota de 13 anos. Apesar de os jogadores afirmarem que apenas um deles cometeu o ato, e de forma consentida, a lei previa o caso como estupro presumido, devido à idade da garota.

“Por que não foi até a Suíça para se defender. Se é tão inocente, por que não dar uma entrevista onde possam te contrapor? Ainda bem que os tempos mudaram e hoje a gente possa falar abertamente disso. Cobrar as pessoas por isso. Apesar desse depoimento do Cuca, muitas coisas ficam em aberto, porque a gente vai perguntar e ele não vai responder”, criticou Milton Leite.

Cuca alega inocência

Um dia antes, Cuca falou sobre o caso pela primeira vez, em depoimento ao UOL. “Não houve estupro como falam, como dizem as coisas. Houve uma condenação por ter uma menor adentrado o quarto. Simplesmente isso. Não houve abuso sexual, tentativa de abuso ou coisa assim. (…) Esse episódio de 1987 precisa ser explicado. Eu estava no Grêmio havia duas ou três semanas apenas, não conhecia ninguém. Eu jamais toquei numa mulher indevidamente ou inadequadamente”, afirmou Cuca.

O caso voltou a ter evidência porque o nome de Cuca tem sido ventilado no Atlético-MG, mas encontrou resistência por parte da torcida. Isso porque muitos lembraram o episódio quando ele ainda era jogador do Grêmio.

O treinador de 57 anos deixou o Santos uma rodada antes do término do Campeonato Brasileiro 2020. Com o time da Vila Belmiro, foi vice-campeão da Copa Libertadores 2020 e conquistou uma vaga na fase prévia da competição em 2021.

Vídeos
Últimas notícias