Mike Tyson se mostra mais “inteiro” em retorno, mas luta termina empatada

Apesar do retorno de Tyson, destaque da noite ficou para o nocaute do YouTube Jake Paul em cima do ex-jogador da NBA Nate Robinson

atualizado 29/11/2020 2:43

Reprodução

Com apresentações de Snoop Dogg, Whiz Khalifa, French Montana e Ne-Yo cantando o hino nacional americano antes do aguardado evento principal, o confronto entre Mike Tyson e Roy Jones Jr. não foi exatamente o espetáculo mais empolgante já visto em cima de um ringue. Nada surpreendente se tratando de uma batalha entre dois lutadores acima dos 50 anos. No fim de oito rounds, apesar de Mike Tyson ter deixado melhor impressão e parecido mais inteiro, os juízes consideraram a luta um empate.

Tyson, foi mais agressivo e teve mais iniciativa, enquanto Jones Jr., aparentando estar mais cansado, buscava mais o clinch, literalmente “segurando” mais a luta.

Essa foi a mesma dinâmica apresentada no resto do combate, com o fôlego de ambos os lutares, ambos acima de seus 50 anos, visivelmente acabando.

A partir do 5º assalto, a vantagem de Tyson começou a ficar mais clara, com Jones Jr. mais cansado, e “Iron Mike” tentando encaixar golpes mais agressivos.

Ao fim da luta, quando o empate foi anunciado, Tyson foi perguntado se achava que tinha vencido a luta. “Estou bem com o empate, acho que entretive as pessoas, elas estão felizes comigo”, disse. Já o adversário demonstrou respeito com a reputação de Iron Mike. “Agora estou entendendo quando as pessoas falam que tudo que ele toca machuca. Senti isso hoje. Os golpes na linha de cintura machucam muito”, declarou.

Na luta anterior, o YouTube Jake Paul precisou de apenas dois rounds para nocautear o jogador de basquete Nate Robinson, que precisou de atendimento médico médico.

Vídeos
Últimas notícias