Gabigol e MC Gui responderão na Justiça por crime contra saúde pública

Os investigados que tiverem bons antecedentes serão interrogados pelo juiz em audiência que ainda terá data definida

atualizado 16/03/2021 10:21

Gabigol e Mc GuiReprodução/Instagram

Gabriel Barbosa e o cantor MC Gui responderão na Justiça por crime contra a saúde pública por terem participado de um evento no último domingo (14/3), em um cassino, onde havia cerca de 150 pessoas, segundo o G1.

Levados para a delegacia no dia do ocorrido, os dois assinaram um Termo Circunstanciado (TC) pelo crime de infração média e foram liberados. Gabigol até se apresentou no Flamengo e começou os treinos para a temporada 2021, nessa segunda-feira (15/3). Porém, como o ato que cometeram não é considerado tão grave, todos terão de passar pelo Juizado Especial Criminal (Jecrim).

O processo é de responsabilidade do juiz Fabricio Reali Zia, segundo a informação dada pela assessoria do Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo à reportagem. Os autos foram encaminhados ao Ministério Público para que o ele se manifeste sobre os envolvidos no caso que somam 58, no total, incluindo o jogador do Flamengo e o cantor.

Os investigados que tiverem bons antecedentes serão interrogados pelo juiz em audiência que ainda terá data definida, de acordo com o Tribunal de Justiça. Depois que as fichas de antecedentes forem checadas, o MP poderá realizar um processo penal para evitar que sejam punidos pelas penas previstas nos crimes que foram responsabilizados pela Polícia Civil.

De acordo com a notícia, o Ministério Público relatou que os “autos foram remetidos para a promotora de Justiça Regiane Vinche Zampar Guimarães Pereira” e o “caso está sob análise”. Ainda, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) comunicou que “o caso foi registrado em um termo circunstanciado (TC) pelo Departamento de Polícia e Proteção à Cidadania (DPPC), que instaurou inquérito policial (IP) para investigar os fatos.”

Vídeos
Últimas notícias