Wenger: “Talvez eu tenha ficado tempo demais no Arsenal”

O treinador chegou ao clube em setembro de 1996 e ficou no clube até 2018

atualizado 03/10/2020 13:06

Um dos técnicos mais importantes da história do futebol inglês, Arsène Wenger admite que talvez tenha ficado mais tempo do que deveria no Arsenal. O treinador chegou ao clube em setembro de 1996 e ficou no clube até 2018. Foi um período vencedor da história dos Gunners, com títulos marcantes e desempenho sempre no alto da tabela.

Nos últimos anos da gestão Wenger, porém, o clube pareceu não ter mais força para competir com os rivais, como Manchester City, Chelsea e o Manchester United, e mesmo com o rival do norte de Londres, Tottenham. O treinador admitiu que talvez tenha esperado demais para sair do cargo. Afirmou ainda que acredita em Mikel Arteta, atual treinador.

Leia a matéria completa no site do Trivela, parceiro do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias