Vídeo: com nó na garganta e críticas à CBF, Formiga dá adeus à Seleção

A longevidade garantiu recordes históricos à meio-campista, que parecem muito difíceis de serem batidos

atualizado 01/08/2021 16:58

Formiga SeleçãoSam Robles/CBF

Formiga é uma lenda do futebol por inúmeros motivos. Acima de tudo, por seu talento e por seu trabalho, que a mantiveram em altíssimo nível durante tantos anos. A longevidade garantiu recordes históricos à meio-campista, que parecem muito difíceis de serem batidos. E a veterana também compartilhou vários momentos importantes da Seleção, ainda que tenha faltado o lugar mais alto do pódio nas Olimpíadas ou no Mundial. Pena para o futebol, porque uma conquista internacional de Formiga seria daquelas que fariam bem ao próprio esporte.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio se encerraram de maneira frustrante para a seleção feminina, com a eliminação diante do Canadá e a impossibilidade de buscar uma medalha. E dói um pouco mais ao pensar que esta foi a última competição de Formiga com a equipe nacional. Aos 43 anos, a baiana levou sua carreira além do que muitos imaginavam. As Olimpíadas, no entanto, marcaram a despedida da amarelinha para se dedicar apenas aos clubes, após a transferência recente para o São Paulo. A meio-campista sai como uma das maiores da história, mas, claro, sem deixar de sentir o adeus.

Leia a matéria completa no Trivela, parceiro do Metrópoles.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias