metropoles.com

Torcedores imitam macaco e atiram pedras em flamenguistas no Chile

Em um dos vídeos, é possível ver um torcedor da Universidad Católica atirando um sinalizador na direção do local destinado aos flamenguistas

atualizado

Compartilhar notícia

Marcelo Hernandez/Getty Images
Flamengo
1 de 1 Flamengo - Foto: Marcelo Hernandez/Getty Images

A vitória do Flamengo sobre a Universidad Católica, no Chile, ficou marcada por mais uma sequência de atos racistas e agressões à torcida brasileira. Rubro-negros que acompanharam o duelo no estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, foram alvos de torcedores chilenos.

Em um dos vídeos, é possível ver um torcedor da Universidad Católica atirando um sinalizador na direção do local destinado aos flamenguistas. Também há relatos de ataques com pedras e garrafas. Uma criança foi atingida por uma pedra e ficou com o rosto ferido.

Somente nesta semana, três casos de racismo e agressões foram observadas contra torcedores de equipes brasileiras. Na terça-feira, um argentino foi detido em São Paulo após imitar um macaco durante o jogo entre Corinthians e Boca Juniors. Na quarta, palmeirenses foi alvos de racismo por parte de um torcedor do Emelec, no Equador.

Até o momento, a Conmebol não anunciou qualquer tipo de punição aos clubes e torcedores que cometeram injúria racial e qualquer outro tipo de agressão ao longo desta edição da Copa Libertadores.

Flamengo pede providências

O Flamengo se manifestou, por meio de suas redes sociais, para pedir que medidas efetivas sejam tomadas por clubes e Conmebol diante da escalada de casos de racismo contra torcedores brasileiros ao longo da atual edição da Copa Libertadores.

“Na noite desta quinta-feira, no estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile, aconteceram cenas lamentáveis de racismo, lançamento de pedras, garrafas e sinalizadores (uma criança foi ferida) da torcida adversária em direção aos torcedores rubro-negros, durante a partida entre Universidad Católica e Flamengo, pela 3ª rodada da fase de grupos da Libertadores. Não aguentamos mais isso! Medidas severas precisam ser tomadas”, afirmou em nota o clube carioca.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comEsportes

Você quer ficar por dentro das notícias de esportes e receber notificações em tempo real?

Notificações