Técnico Joey Barton pede desculpas por comentários sobre o holocausto

Após o time dele, o Bristol Rovers, perder em partida da 4° divisão inglesa, o treinador comparou a atuação de sua equipe com o holocausto

atualizado 28/10/2021 17:27

Joey Barton, técnico do Bristol RoversGetty Images

O técnico e ex-jogador Joey Barton pediu desculpas por comentário em que comparou a atuação de sua equipe, o Bristol Rovers, ao holocausto (assassinato em massa de judeus durante a 2° guerra mundial).

No último sábado (28/10), em jogo da Football League Two, equivalente à quarta divisão do futebol inglês, o Bristol Rovers perdeu por 3 x 1 para o Newport County. Na coletiva de imprensa pós-jogo, Barton comparou e exibição da equipe ao “holocausto”. “Foi um pesadelo, um desastre”, completou.

Ao conversar com a imprensa nesta quinta-feira (28/10), Joey Barton lamentou ter feito a comparação. “Eu só vou dizer que houve alguns comentários feitos após a coletiva de imprensa na semana passada em que claramente não tive intenção de ofender, mas algumas pessoas apontaram corretamente para mim que o uso da analogia não era correto”.

O treinador disse que a FA (Football Association – entidade que controla o futebol inglês) enviou uma mensagem para ele prestar atenção na forma como se comunica, ainda que não queira ofender ninguém. “Então, se alguém se sentiu ofendido, gostaria de me desculpar por isso e acho que a FA estava certa em escrever para mim e me lembrar disso.“

A declaração do ex-jogador gerou muitas criticas, inclusive de Fabian Breckels, vereador da cidade de Bristol e membro associado do Movimento Trabalhista Judaico. No início da semana, Fabian disse que Barton deveria pensar sobre o seu futuro, além de sugerir que o clube “deveria dar uma resposta atenciosa o quanto antes”.

O técnico também foi questionado sobre a demora no pedido de desculpas. Barton foi além e disse que nem sempre está com vontade de falar com os jornalistas, mas que o faz por obrigação.

“Sou forçado a falar com você todas as semanas após os jogos, muitas vezes quando não quero fazer isso, mas faz parte do trabalho e parte do que você tem que fazer e das responsabilidades. É nosso dever ser perfeito e não criar polêmica”, desabafou.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias