Técnico do Lokomotiv culpa jogador russo pela própria morte

Andréi Talaláev revelou que Innokentiy Samokhvalov tinha problemas no coração e havia assinado um termo assumindo riscos

atualizado 21/04/2020 15:35

Innokentiy SamokhvalovSite Oficial/Reprodução

Andréi Talaláev, técnico do Lokomotiv, não mediu palavras para falar da morte do jogador Innokentiy Samokhvalov, que faleceu nessa segunda, após um treino em casa. Para o treinador, a culpa do acontecido é do próprio atleta.

“Tenho pena pelo rapaz, é uma tragédia. O Lokomotiv sabia dos seus problemas de coração. Nem sequer concentrava às vezes. Tudo estava sob o controle dos médicos. Ele é o próprio culpado. Escreveu uma declaração na qual dizia assumia todos os riscos e consequências. Os empresários dele e os médicos que o seguiam também são culpados”, afirmou Talaláev, à emissora MatchTV.

Apesar de pertencer ao Lokomotiv, o jogador estava emprestado ao Kazanka, filial do clube de Moscou. Seu atual treinador, Alexander Grishin, foi menos duro ao falar da morte, apesar de também concordar que houve negligência médica em sua morte.

“Foi horrível. Se os doutores deixaram ele treinar então eles assumiram que ele não tinha problemas. Mas tinha”, afirmou o treinador em entrevista à agência de notícias russas RIA.

Vídeos
Últimas notícias