Superclássico define 1º finalista da Libertadores: Boca ou River?

Ao lado da torcida xeneize, o Boca sabe que precisará de uma postura bem mais agressiva do que no encontro passado, quando perdeu por 2 x 0

atualizado 21/10/2019 21:33

Matias Baglietto/NurPhoto via Getty Images

O representante argentino na final da Copa Libertadores 2019 será definido na noite desta terça-feira (22/10/2019), a partir das 21h30 (horário de Brasília), em La Bombonera. Atual campeão, o River Plate venceu o Boca Juniors por 2 x 0 na partida de ida e agora pode perder por até um gol de diferença que garante a classificação.

O finalista brasileiro sairá do confronto entre Flamengo e Grêmio, nesta quarta-feira (23/10/2019), no Maracanã – o duelo de ida terminou empatado em 1 x 1.

Em vantagem após dominar a partida no Monumental de Nuñez, o River Plate deve sofrer um pouco mais na casa do rival. Ao lado da torcida xeneize, o Boca sabe que precisará de uma postura bem mais agressiva do que no encontro passado entre os clubes e promete partir para cima desde o início.

“É a partida mais importante da minha vida. Pelo que representa a partida, pela rivalidade…”, atesta o técnico do Boca, Gustavo Alfaro.

Para que a exibição abaixo do esperado não se repita, Alfaro deve mexer na estrutura do Boca Juniors. Mesmo sem confirmar o time que irá a campo nesta terça, o comandante ensaiou mudanças, como as entradas de Tévez e Zarate no setor ofensivo. A intenção é ter jogadores mais capacitados para ter posse de bola.

Mesmo com 2 x 0 no placar, o River Plate pretende não recuar na arena rival e promete lutar pela vitória também na Bombonera. “Meus jogadores estão super tranquilos. Vamos buscar o gol. Sei que podemos sofrer em algum momento, então teremos que ser inteligentes e saber jogar esse clássico”, afirma o técnico Marcelo Gallardo.

Segurança de cinema
A semifinal da Libertadores entre Boca Juniors e River Plate mobilizou a segurança nacional argentina. O Ministério da Segurança deslocará 1.500 policiais para a partida, além de dois helicópteros, motocicletas, carros blindados e monitoramento ao vivo feito por drones.

A principal preocupação está em garantir a segurança do time visitante. E todo o aparato para proteger os jogadores tentará evitar o que aconteceu na decisão da Libertadores entre os clubes no ano passado. No jogo de volta, no Monumental de Nuñez, o ônibus do Boca foi apedrejado, atletas ficaram feridos, o duelo foi adiado e só aconteceu semanas depois, em Madri, na Espanha.

Ficha técnica:
Escalações (prováveis):
Boca Juniors: Andrada; Buffarini, Lisandro Lopez, Izquierdoz, Más; Salvio, Marcone, Almendra, Mac Allister; Zarate e Tévez (Ábila). Técnico: Gustavo Alfaro
River Plate: Armani; Montiel, Martínez Quarta, Pinola, Casco; Enzo Pérez; Nacho Fernández, Palacios, De La Cruz; Suárez, Borré. Técnico: Marcelo Gallardo
Local: Bombonera, em Buenos Aires (ARG)
Data: Terça-feira (22/10/2019)
Horário: 21h30
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (BRA)
Transmissão: SporTV

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias