STJD acata pedido do Athletico-PR e denuncia Gabigol e Arrascaeta

Pedido do Athletico-PR ocorreu devido aos lances no jogo de ida da Copa do Brasil; o julgamento será dia 16/8, véspera do jogo de volta

atualizado 09/08/2022 21:02

Imagem colorida de Gabigol e ArrascaetaBuda Mendes/Getty Images

A procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), acatou o pedido do Athletico-PR e denunciou o atacante Gabigol e o meio campista Arrascaeta, do Flamengo, pelos lances polêmicos no jogo de ida da Copa do Brasil.

Gabigol foi enquadrado por agressão, no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) podendo pegar de quatro a 12 jogos de suspensão enquanto Arrascaeta foi denunciado por jogada violenta, no artigo 254, cuja pena vai de uma a seis partidas.

O julgamento será realizado na próxima terça-feira (16/8), um dia antes da partida de volta na Arena da Baixada, e o Athletico quer a punição dos atletas por conduta violenta. Vale lembrar que inicialmente o pedido do Furacão havia sido negado mas o clube insistiu e pontuou o teor dos áudios do VAR.

Os lances em questão é ponta pé do atacante em Fernandinho, volante do Athletico, e o carrinho de Arrascaeta que atingiu o Erick por trás, onde ambos receberam cartão amarelo.

Após a partida, o arbitro do campo e do VAR foram afastados e incluídos no Programa de Assistência ao Desempenho do Árbitro.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias