Ser comparado ao Barça virou algo tão ruim que Jesus rejeitou imediatamente

Após a vitória do Benfica sobre o Standard Liège nesta quinta (29), o treinador português teve seu time comparado ao catalão e não gostou

atualizado 30/10/2020 12:56

Jorge Jesus BenficaJose Manuel Alvarez/Quality Sport Images/Getty Images

Houve uma época que o mundo do futebol olhava para o Barcelona como parâmetro de futebol. O que se queria era o seu time jogando tão bem quanto os blaugranas, que foram encantadores por tantos anos. Isso mudou já há algum tempo, mas chegou a um ponto crítico em meses recentes, com tudo que a gestão de Josep Maria Bartomeu na presidência do clube causou – como já tinha acontecido antes com nomes da estirpe de Sandro Rosell, aliás. Ser comparado ao Barcelona, atualmente, tem carga negativa. Tanto que Jorge Jesus, técnico do Benfica, de pronto rejeitou quando ouviu.

Foi nesta quinta-feira (29/10), depois de uma vitória tranquila do Benfica diante do Standard Liège por 3 x 0, em partida pela Liga Europa. Com dois gols de Pizzi e um de Luca Waldschmidt, os encarnados chegaram a seis pontos em dois jogos, dominante no Grupo D. Na partida, em específico, os encarnados tiveram 66% de posse de bola, finalizou 16 vezes a gol (cinco certas) e trocou 683 passes ao longo da partida, com precisão de 89%. A forma como o clube português se apresentou em campo fez com que um adversário, que já atuou pelos Águias, fizesse a comparação com o Barcelona.

Leia a matéria completa no Trivela, parceiro do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias