Robinho sobre estupro na Itália: “Meu crime foi trair minha esposa”

Jogador falou sobre condenação na Itália, afirmou ser inocente e que seu único erro foi ter mentido para sua companheira

atualizado 17/10/2020 12:46

DIVULGAÇÃO

Depois de ter seu contrato rescindido com o Santos, o atacante Robinho quebrou o silêncio e falou sobre sua condenação por estupro coletivo na Itália. Em entrevista ao portal Uol, o jogador afirmou ser inocente e que seu único erro foi ter mentido para sua esposa.

O jogador deu poucos detalhes do ocorrido na noite do crime e se esquivou de perguntas mais detalhadas. O atacante afirmou que não estava presente no momento do ato e só ficou sabendo do ocorrido no dia seguinte.

“Meus amigos me contaram no outro dia que, com consentimento da garota, ficaram com ela, se relacionaram sexualmente porque ela quis. E que eles saíram daquela discoteca junto com a mesma garota e foram para outra discoteca. Foi o que eles me falaram”, alegou o jogador.

Robinho foi questionado sobre o áudio no qual seu amigo fala que viu o jogador com o pênis na boca da vítima e o atacante respondeu que “isso não significa transar”. “Muitas coisas que estão falando eu realmente não lembro, mas que houve um contato entre eu e ela, houve sim. Não estou negando isso. O que não houve foi algo forçado com ela, isso não teve”, afirmou.

O jogador disse que seu maior arrependimento foi ter mentido para sua esposa. “Eu me arrependo de ter traído a minha esposa. Esse é meu arrependimento. Em relação às frases que saíram, fora de contexto e para vender jornal e revista… Obviamente que eu mudei muito de sete anos pra cá, isso aconteceu em 2013 e eu mudei para melhor. A questão é: qual foi o erro que eu cometi? Qual foi o crime que eu cometi? O erro foi não ter sido fiel a minha esposa, não cometi nenhum erro de estuprar alguém, de abusar de alguma garota ou sair com ela sem o consentimento dela”, finaliza.

O atacante teve seu contrato rescindido com o Santos após pressão pública e ameaça de rompimento de contrato de patrocinadores com o clube. O vínculo do jogador era de cinco meses com o Santos.

Vídeos
Últimas notícias