Redes reagem à Superliga europeia: “Ganância” e “ódio ao futebol”

Iniciativa de 12 grandes clubes do continente promete abalar a estrutural tradicional do futebol na Europa

atualizado 18/04/2021 21:24

Doze grandes clubes europeus anunciaram na noite deste domingo (18/4) a criação de uma nova Superliga Europeia para substituir a Champions League. A iniciativa promete abalar a estrutura tradicional das competições de futebol no continente.

Embora o futuro desses clubes na Champions League e na Liga Europa seja desconhecido no momento, o fato é que a iniciativa, inicialmente, não agradou torcedores, ex-jogadores e membros da mídia especializada.

“Eu estou absolutamente enojado com Manchester United e Liverpool especialmente. Eles estão abandonando uma competição da qual eles não podem ser rebaixados? É uma desgraça. Nós temos que lutar contra o poder dos times no topo desta liga. E isso inclui o meu time”, disse Gary Neville, ex-United e atualmente comentarista.

“É pura ganância, eles são impostores. Os donos de United, Liverpool, Chelsea, Man City não têm nada a ver com o futebol deste país. Manchester United, Arsenal e Tottenham nem estão na Champions League, eles têm o direito de estar lá? Eles são uma piada”, completou.

O jornalista Jonathan Liew, do Guardian, escreveu que “essa é uma ideia que só poderia ser criada por alguém que realmente odeia o futebol. Que odeia tanto que eles querem limpá-lo, estripá-lo e desmembrá-lo de suas origentes. Que acham a própria ideia de um esporte competitivo ofensiva, uma distração não saudável do seu objetivo principal, que de certa forma sempre foi o objetivo principal do capitalismo”.

Confira algumas reações de internautas à criação da Superliga:

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias