Preparador de goleiros da Ucrânia pode ir a campo contra a França

O surto de Covid-19 atingiu três jogadores da posição e o ex-atleta de 41 anos foi relacionado para o amistoso desta quarta-feira

atualizado 07/10/2020 11:46

Oleksandr Shovkovski, goleiro da UcrâniaTom Shaw/Getty Images

A Seleção da Ucrânia terá um “intruso” à disposição no banco de reservas nesta quarta-feira (7/10), em amistoso contra a França. Isso ocorre porque três goleiros convocados testaram positivo para o novo coronavírus e o preparador, Oleksandr Shovkovski, teve que ser relacionado para a partida.

Shovkovski está com 41 anos atualmente e se aposentou dos gramados em 2016. Apesar dos anos afastado, ele afirma estar em boa forma, embora reconheça que não deve ir a campo.

“Isso me parece um pouco sensacionalista. Mas a situação poderia ser ridícula se não fosse tão complicada para a nossa seleção. Foi decidido me incluir na lista de relacionados para o jogo contra a França. Tenho certeza que o Georgy Bushchan (técnico) não vai me colocar em nenhuma roubada”, disse o preparador de goleiros.

O único goleiro condições de atuar no amistoso diante da França é Georgi Bouchtchane, do Dínamo de Kiev. Andreï Lounin (Real Madrid), Youri Pankiv (Oleksandria) e Andreï Piatov (Shakhtar Donetsk) estão com Covid-19.

A partida entre as duas seleções europeias será a partir das 15h45 (horário de Brasília), em Paris.

Vídeos
Últimas notícias