Pogba rechaça deixar seleção da França após fala de Macron: “Total fake”

O jogador se irritou com os rumores de que deixaria o time nacional e adiantou que irá processar quem espalhou as informações falsas

atualizado 26/10/2020 16:24

Reprodução/Instagram

Os rumores de que Paul Pogba deixaria a seleção da França após declarações do presidente do país, Emmanuel Macron, sobre o Islã, foram desmentidos pelo próprio jogador nesta segunda-feira (26/10).

“Notícias absolutamente 100% infundadas sobre mim estão circulando, afirmando coisas que eu nunca disse ou pensei.Sou contra toda e qualquer forma de terror e violência. Infelizmente, alguns jornalistas não agem com responsabilidade ao escrever as notícias, abusando de sua liberdade de imprensa, não verificando se o que escrevem/reproduzem é verdade, criando uma fofoca corrente sem se importar afeta a vida das pessoas e a minha vida”, afirmou o jogador do Manchester United, em um post nas redes sociais.

Irritado com a repercussão de que teria renunciado à seleção do seu país, Pogba avisou ainda que entrará com uma ação legal contra os divulgadores das notícias “totalmente falsas”.

Sites ingleses circularam a notícia de Pogba deixaria a seleção devido a um posicionamento de Macron, que anunciou um plano contra o “islamismo radical” no país. O jogador se converteu ao islã em meados do ano passado.

Vídeos
Últimas notícias