Nos acréscimos, CRB empate com Vasco nas estreias de Diniz e Nenê

German Cano abriu o placar no primeiro tempo e encerrou jejum de dez partidas sem balançar as redes

atualizado 16/09/2021 21:46

Vasco x CRBRafael Ribeiro/Vasco

Na estreia do técnico Fernando Diniz, o Vasco voltou a tropeçar, desta vez ao empatar com o CRB, por 1 x 1, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os cariocas venciam a partida até os 46 minutos do segundo tempo.

German Cano abriu o placar no primeiro tempo e encerrou jejum de dez partidas sem balançar as redes. Mas o time, porém, novamente caiu de rendimento na etapa final, desperdiçou chances e viu a defesa mais uma vez comprometer.

O empate fora de casa deixa o Vasco na décima posição, com 33 pontos. São três jogos sem vitória do time carioca, sendo dois empates e uma derrota. Situação delicada na briga pelo G-4 — grupo de acesso. Já o CRB segue em quarto lugar, com 41 pontos.

O primeiro tempo foi bastante movimentado e com oportunidades de gol dos dois lados. O Vasco assustou logo aos nove minutos, em cobrança de falta de Nenê em que o goleiro Diogo Silva precisou defender em dois tempos.

Mas o CRB respondeu à altura. Aos 13, após erro de Léo Jabá, Nicolas Careca invadiu a área e finalizou em cima de Vanderlei, que mandou para escanteio. Na sequência, após confusão na área, Caetano balançou as redes, mas o gol foi anulado na revisão do VAR.

O gol anulado do CRB ligou o sinal de alerta do Vasco, que melhorou em campo. E a vantagem veio aos 48 minutos, após cobrança de escanteio em que Ricardo Graça finalizou e Germano Cano, de letra, abriu o placar na capital alagoana.

No segundo tempo, o CRB voltou com postura mais agressiva e quase empatou aos seis minutos. Diego Torres cobrou falta da esquerda e encontrou o zagueiro Ewerton Páscoa, que cabeceou forte e obrigou Vanderlei a fazer bela defesa.

De forma precipitada, o Vasco recuou demais e chamou o CRB para o seu campo de defesa. E consequentemente o time ficou mais exposto aos perigos. Aos 26 minutos, Guilherme Romão fez jogada pela esquerda, invadiu a área e cruzou. A bola desviou em Ricardo Graça e quase entrou contra o próprio gol.

Restou ao Vasco esperar pelos contra-ataques para voltar a criar oportunidades de gol. E os cariocas poderiam ter definido o confronto aos 35, quando Andrey encontrou Gabriel Pec livre na área e o meia finalizou em cima de Diogo Silva, que evitou o gol Uma chance incrível no Rei Pelé.

Na reta final, o CRB sentiu o desgaste físico, mas não se entregou e buscou o empate. Aos 46, após linda tabela na entrada da área, Renan Bressan finalizou colocado, sem chances de defesa para Vanderlei, dando números finais ao confronto.

O CRB volta a campo na próxima terça-feira para enfrentar o Brasil de Pelotas, às 19 horas, em Pelotas (RS). Já o Vasco receberá o Cruzeiro no domingo, às 16 horas, em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

FICHA TÉCNICA:

CRB 1 x 1 VASCO

CRB – Diogo Silva; Reginaldo (Celsinho), Ewerton Páscoa, Caetano e Guilherme Romão; Marthã, Wesley (Jean Patrick) e Diego Torres (Renan Bressan); Pablo Dyego, Nicolas Careca (Júnior Brandão) e Jajá (Alisson Farias). Técnico: Allan Aal.

VASCO – Vanderlei; Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan e Zeca; Andrey (Caio Lopes), Marquinhos Gabriel e Nenê (Figueiredo); Morato (Gabriel Pec), German Cano e Léo Jabá (Bruno Gomes). Técnico: Fernando Diniz.

GOL – German Cano, aos 48 minutos do primeiro tempo. Renan Bressan, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Reginaldo e Guilherme Romão e Júnior Brandão (CRB); Andrey (Vasco).

ÁRBITRO – Luiz Flávio de Oliveira (SP).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

Vídeos
Últimas notícias