No embalo do tri da Libertadores, Palmeiras vence com time de garotos

Gabriel Silva, Giovani e Gabriel Veron fizeram os gols do Porco, e o ex-Verdão, Empereur diminuiu para o Dourado

atualizado 01/12/2021 0:44

PalmeirasCesar Greco/Palmeiras

Três dias após conquistar o terceiro título da Libertadores, o Palmeiras visitou o Cuiabá nesta terça-feira (30/11) e venceu por 3 x 1, com time de garotos. Gabriel Silva, Giovani e Gabriel Veron fizeram os gols do Porco, e o ex-Verdão, Empereur diminuiu para o Dourado.

Logo aos três minutos, Michel fez bom lançamento para o atacante Gabriel Silva, que voltava a ter chances na equipe titular do Palmeiras. Ele aproveitou que o zagueiro Paulão deu uma “derrapada” no início do lance, saiu na frente de Walter e teve sangue frio para driblar o goleiro e tocar no gol vazio para abrir o placar.

Aos poucos, o Cuiabá tentou colocar a bola no chão para chegar ao gol de Vinícius Silvestre, mas o time levava pouco perigo. O Palmeiras, quando chegava, dava muito trabalho para Walter. Aos 25 e aos 28, o atacante Giovani teve duas boas chances de marcar o seu primeiro gol como profissional, mas ele errou nas finalizações.

Aos 29, não teve jeito, e Giovani, artilheiro nas categorias de base do Palmeiras, marcou seu primeiro gol como profissional pelo clube. Gabriel Menino recebeu bom lançamento no ataque e deu uma casquinha de cabeça. Giovani dominou e saiu em velocidade, puxou para o meio e bateu colocado, rasteiro, de esquerda, sem chances para Walter.

O Cuiabá não desistiu e diminuiu o placar aos 36, com o zagueiro Alan Empereur. Clayson bateu escanteio na primeira trave, Vinicius Silvestre saiu do gol de forma estranha e Jenison cabeceou na trave. No rebote, Empereur cabeceou e fez o seu primeiro gol pela equipe, justamente contra seu ex-clube.

Na segunda etapa, o Cuiabá partiu para cima para tentar ao menos o empate, mas deixava espaços em seu sistema defensivo. Aos dez minutos, o zagueiro palmeirense Renan, de cabeça, fez o goleiro Walter se esticar todo para impedir o terceiro gol da equipe paulista.

Aos 25, foi a vez do Cuiabá chegar com perigo. Clayson recebeu na área pelo setor esquerdo, passou pela marcação e saiu de frente para o goleiro Vinicius Silvestre. Clayson tentou tocar na saída do goleiro, mas parou na defesa de Walter.

Pouco depois dos 30 da segunda etapa, Renan afastou errado e na sequencia João Paulo tocou para o meio. Kuscevic dividiu a bola com Elton, que tentou avançar para tirar do goleiro, mas caiu no chão — ele pediu a marcação do pênalti, mas a arbitragem mandou o jogo seguir.

Aos 36, Fabinho se antecipou em passe de João Lucas e puxou o contra-ataque. Depois de deixar a bola com Veron, ele partiu para a área e recebeu a bola e bateu para o gol, mas acabou sendo travado na hora do chute.

Vinicius Silvestre salvou o Palmeiras aos 43 com uma linda defesa, de puro reflexo. Após cruzamento, o zagueiro Paulão cabeceou firme para o chão, mas o goleiro conseguiu se esticar e espalmou. Dois minutos depois, o próprio Paulão cometeu outro erro que decretou o resultado final — ele foi sair jogando, mas tocou no pé de Gabriel Veron, que antecipou e bateu firme no ângulo, para a festa da torcida do Palmeiras.

O problema é que Veron, que já tinha cartão amarelo, tirou a camisa na comemoração e acabou sendo expulso de campo e vai desfalcar o time na partida contra o Athletico-PR, na próxima segunda-feira (6/12), em Curitiba. Outro que não poderá viajar ao Paraná é o auxiliar técnico João Martins, que também recebeu o cartão vermelho.

FICHA TÉCNICA

CUIABÁ 1 X 3 PALMEIRAS

CUIABÁ – Walter; João Lucas, Paulão, Alan Empereur e Uendel (Lucas Hernandes); Camilo, Pepê (Jonathan Cafu), Rafael Gava (Cabrera) e Max (Felipe Marx); Jenison e Clayson. Técnico: Jorginho.

PALMEIRAS – Vinicius Silvestre; Michel, Kuscevic e Renan; Gustavo Garcia (Lucas Freitas), Gabriel Menino (Fabinho), Matheus Fernandes e Victor Luiz (Vanderlan); Gabriel Veron; Gabriel Silva (Pedro Bicalho), Giovani (Kevin). Técnico: João Martins.

GOLS – Gabriel Silva, aos 3, Giovani, aos 29, e Alan Empereur, aos 36 minutos do primeiro tempo; Gabriel Veron, aos 45 do segundo tempo.

ÁRBITRO – Paulo Roberto Alves Junior (PR).

CARTÕES AMARELOS – Rafael Gava, Gabriel Veron, Uendel, Pepê, Gustavo Garcia.

CARTÃO VERMELHO – Gabriel Verón.

RENDA E PÚBLICO – Não divulgados.

LOCAL – Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias