Muro do estádio do Palmeiras amanhece pichado: “Acabou a paz”

Torcedores cobram a saída de jogadores, protestam contra o presidente e fazem até ameaça após empate por 1 x 1 com o líder Internacional

atualizado 03/09/2020 10:56

Reprodução/Twitter

O terceiro empate nos últimos jogos não foi muito bem digerido por torcedores do Palmeiras. Na manhã seguinte ao 1 x 1 com o Internacional, os muros do Estádio Allianz Parque foram pichados com protestos contra diretoria e jogadores.

Entre as frases da manifestação estavam cobranças por saída de atletas, como Scarpa, Bruno Henrique, Diogo Barbosa e Lucas Lima, além de ameaças como “Acabou a paz”. O técnico Vanderlei Luxemburgo foi “preservado” pelos torcedores.

“Maurício banana”, “Fora Scarpa, Bruno Henrique, Diogo Barbosa e Lucas Lima”, “Vergonha”, “Queremos jogadores”, “Acabou a paz” e “Time medíocre” eram as mensagens pichadas próximo à bilheteria do estádio.

0

O Palmeiras ocupa a 7ª colocação do Campeonato Brasileiro, seis pontos atrás do líder Internacional e com um jogo a menos. Embora a situação na tabela não seja tão alarmante, a paciência da torcida com as exibições ruins do time parece ter esgotado.

A chance do Alviverde fazer as pazes com a torcida será neste fim de semana. O time de Luxemburgo encara o Red Bull Bragantino, domingo (6/9), a partir das 11h.

Vídeos
Últimas notícias