Ministério Público da Espanha pede a prisão de Diego Costa, diz rádio

O atacante teria cometido irregularidades na declaração do Imposto de Renda do país

atualizado 29/05/2020 17:02

Stu Forster/Getty Images

O Ministério Público da Espanha pediu a prisão e mais uma multa de 500 mil euros para o atacante Diego Costa, atualmente no Atlético de Madrid. De acordo com a rádio Cadena Ser, o jogador brasileiro, mas naturalizado espanhol, teria cometido irregularidades na declaração do Imposto de Renda do país.

Ainda segundo a rádio, o julgamento de Diego Costa está marcado para acontecer na próxima quarta-feira (03/06). A irregularidade da declaração ao Fisco espanhol teria ocorrido em 2014, quando ele se transferiu para o Chelsea, da Inglaterra. O atacante é acusado de não declarar um acordo de patrocínio numa ação de mais de um milhão de euros, o equivalente a R$ 5,9 milhões na cotação atual.

Além disso, ele também é acusado de obter, diretamente ou através de terceiros, uma receita proveniente da negociação com os ingleses de seus direitos de imagem. Ao não declarar os valores, os ganhos não foram tributados. Ele tinha a obrigação de comunicar a quantia, pois viveu no país durante os seis primeiros meses do ano antes de se mudar para Londres.

Leia a reportagem completa em Bahia Notícias, parceiro do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias