Ministério da Saúde detalha protocolos para Copa América; confira

Equipes só poderão deixar locais de hospedagem para treinos e jogos e ficarão em andares isolados e quartos individuais

atualizado 07/06/2021 21:04

Em entrevista coletiva realizada no Ministério da Saúde, nesta segunda-feira (7/6), Marcelo Queiroga, titular da pasta, deu detalhes sobre os protocolos que serão utilizados para a disputa da Copa América no Brasil.

Entre os pontos que serão postos em prática, estão a realização de testagem das delegações a cada 48h, além do isolamento de atletas e comissões técnicas nos hotéis das sedes, sendo liberada a saída apenas para treinos, jogos ou questões de saúde.

Queiroga afirmou ainda que as delegações não precisarão ser vacinadas. A declaração, no entanto, vai de encontro com o que disse Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da Casa Civil, em 31 de maio. Na ocasião, ele afirmou que uma das condições para que a Copa América acontecesse no Brasil seria a vacinação das equipes.

“Exigir a vacinação ou vacinar os atletas nesse momento, eles não teriam imunidade até o início da competição. Então não é uma imposição a questão da vacina. Os que estiverem vacinados, melhor. Mas não se fará um esforço maior pra se vacinar esses atletas agora até porque a vacina, ela poderia até causar um tipo de reação e isso comprometer o ritmo competitivo dos jogadores”, explicou o ministro nesta segunda.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias