Milan aceita emprestar Paquetá a outro time europeu ou brasileiro

O clube rossonero estaria disposto a acatar o desejo do atleta de deixar o futebol italiano e ainda pagar parte dos salários

atualizado 24/01/2020 13:39

Marco Luzzani/Getty Images

Eduardo Uram, empresário de Lucas Paquetá, e o próprio jogador conversaram com Maldini e Boban, dirigente de futebol do Milan e deixaram claro o desejo do atleta: sair do time para disputar um campeonato europeu de alto nível ou voltar para o Brasil.

De acordo com o UoL, o clube rossonero estaria disposto a acatar esse pedido, porém não há propostas pelo meia. A não ser pela oferta do Paris Saint-Germain, de 20 milhões de euros, já recusada pelo Milan.

A melhor solução deve ser um empréstimo de seis meses e o clube italiano ainda aceita pagar parte dos salários de Paquetá, que recebe anualmente 1,8 milhão de euros — aproximadamente R$ 700 mil por mês.

Nesta quinta-feira (23/01/2020), o brasileiro pediu para não ser relacionado para a partida contra o Brescia pelo Campeonato Italiano. Na quarta (22/01/2020), saiu a informação de que ele estaria sofrendo com depressão e ansiedade e desmotivado no Milan, sem muitas oportunidades de entrar em campo.

Vídeos
Últimas notícias