Médico de Maradona explica internação: “Está abatido, não quer comer”

Leopoldo Luque esclareceu sobre o estado emocional do ídolo argentino, razão pela qual foi internado na última segunda-feira em Buenos Aires

atualizado 03/11/2020 11:14

Maradona recebe homenagem pelos 60 anosDemian Alday-Pool/Getty Images

Um dia após Diego Armando Maradona ser internado em uma clínica de Buenos Aires para cuidar do lado psicológico, o médico pessoal do ídolo argentino, Leopoldo Luque, esclareceu sobre o estado emocional dele. De acordo com ele, Maradona está com dificuldade até para se alimentar.

“Ele é psicologicamente mal e isso afeta o nosso corpo. Ele se alimenta mal, muda tudo. É o principal fator que leva à sua internação. Eu o vi triste. Diego é uma pessoa de ciclos: às vezes está muito bem e, às vezes, nem tanto. Não gostei do momento em que entrei. Trazê-lo aqui ajuda ele”, afirmou Luque, na porta da clínica em La Plata, conforme relava o jornal Olé, da Argentina.

O médico de confiança da família optou pela internação em comum acordo com os filhos de Maradona. Ainda na clínica, Luque esclareceu que o ex-jogador não está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e reforçou que a ida ao hospital é preventiva. “Ele está abatido, não quer comer, nem falar. Ele sente muito a falta de seus pais. O aniversário (completou 60 anos na sexta-feira) foi uma data que mexeu com muita coisa. Seu coração está partido”, esclareceu Luque.

Apesar do quadro relatado pelo médico, Maradona está consciente, sob medicação na clínica e concordou com a internação.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias