Marinho “pistola” ao ser substituído e ignora cumprimento de Holan

“Lógico que ele não quer sair”, minimizou o treinador após a partida

atualizado 14/04/2021 0:39

HEBER GOMES/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Santos conseguiu a classificação para a fase de grupo da Libertadores com um empate por 2 x 2 contra o San Lorenzo, na noite dessa quarta (13/4), no Mané Garrincha. Além do susto no fim da partida, quando a equipe alvinegra foi pressionada pelos argentinos mesmo com um a mais em campo, o Peixe contou também com uma pequena polêmica rumo à sua classificação.

Aos 21 minutos do 2º tempo, Marinho foi substituído. O Santos vencia por 2 x 1 e o camisa 11 havia recebido o cartão amarelo, dando lugar para Lucas Braga. Apesar da possível justificativa, o atacante não gostou nada de ter saído da partida, ignorando o cumprimento do treinador e se dirigindo para o vestiário. Ele retornou logo depois.

“É normal. O Marinho é um jogador muito importante para nosso time. É lógico que ele não quer sair, isso é lógico”, afirmou Ariel Holan.

Vídeos
Últimas notícias