Liverpool busca empate no fim em clássico e segue invicto

Manchester United vencia até os 40 minutos, quando sofreu gol de Lallana. Atuais campeões europeus seguem na liderança do Campeonato Inglês

atualizado 20/10/2019 17:32

Twitter/Reprodução

Deu empate no clássico mais tradicional do Campeonato Inglês. Neste domingo (20/10/2019), no Old Trafford, o Manchester United saiu na frente, mas o Liverpool buscou a igualdade no fim e a partida, válida pela nona rodada da competição, terminou em 1 x 1.

O Manchester United não consegue deslanchar e faz um de seus piores inícios no torneio nacional nos últimos anos. A equipe treinada pelo norueguês Ole Gunnar Solskjaer amargou seu quarto jogo seguido sem vencer. Diante desse cenário, tem 13 pontos e aparece na segunda parte da tabela, apenas no 13º lugar.

O Liverpool não conseguiu igualar o recorde de vitórias seguidas no campeonato – parou nas 17, sendo oito nesta temporada – e perdeu os 100% de aproveitamento, mas o gol de Lallana no final manteve o time do técnico Jurgen Klopp como o único invicto entre os 20 participantes do Inglês. O atual campeão europeu segue na liderança, com 25 pontos, mas a vantagem em relação ao segunda colocação Manchester City caiu de oito para seis pontos neste fim de semana.

A partida no Old Trafford reservou bom futebol, polêmicas e estratégias diferentes. No primeiro tempo, o Manchester United foi superior dentro de sua proposta de jogo. Anulou as principais virtudes do rival e foi eficiente em um dos contra-ataques rápidos que armou.

O gol saiu com Rashford, aos 36 minutos. Ele recebeu cruzamento de Daniel James e escorou para o gol. A equipe visitante reclamou de uma falta de Lindelöf em Origi no início da jogada. O árbitro olhou o lance no monitor e confirmou o gol.

Sem Salah, fora até do banco com um lesão no tornozelo, mas com Alisson, de volta após se recuperar de lesão na panturrilha, o Liverpool teve dificuldades para ser criativo. Mané foi quem mais se destacou e chegou até a balançar as redes, mas o árbitro, com o auxílio do VAR, anulou o gol porque o senegalês tocou a mão na bola antes de finalizar.

Na etapa final, a marcação forte e a competitividade do Manchester continuaram dificultando a criação de jogadas do Liverpool. Entretanto, o atual campeão europeu tem sido letal mesmo quando não faz a melhor de suas exibições. Quando a partida caminhava para a vitória dos donos da casa, o Liverpool descolou o empate aos 40 minutos com Lallana. O meia inglês recebeu cruzamento à meia-altura de Robertson e apareceu na segunda trave para completar para o gol. Na sequência, Chamberlain ainda teve a chance para marcar o segundo, mas sua conclusão perto do gol.

Os dois times têm compromissos importantes no meio da semana. Pela Liga dos Campeões, o Liverpool, que ocupa o segundo lugar do Grupo E, visita o Genk na Bélgica, na quarta-feira (23/10/2019). Na quinta (24/10/2019), o Manchester United, vice-líder do Grupo L, vai à Sérvia encarar o Partizan, pela terceira rodada da Liga Europa.

Vídeos
Últimas notícias