Liga Europa: ingleses e italianos largam como favoritos para vencer a taça

Gigantes, Arsenal, Tottenham, Milan, Napoli e Roma compartilham protagonismo com forças menores do continente

atualizado 21/10/2020 14:49

Reprodução/Twitter

A Liga Europa começa a ser disputada nesta quinta (22/10), oferecendo uma alternativa ao glamour da Champions League. Isso não significa que o torneio não tenha seus atrativos. Clubes do primeiro escalão que não tiveram a temporada que desejavam farão parte do campeonato, que se torna uma boa opção para levantar um troféu de prestígio, mesmo que contra adversários considerados mais fracos.

E alguns desses gigantes precisam mesmo levantar troféus. É o caso de Arsenal, Tottenham, Milan, Napoli e Roma, as principais forças desta Liga Europa.

Rivais na Inglaterra, Arsenal e Tottenham não vêm tendo muito sucesso na Premier League. Apesar de fazerem parte do Big 6 — grupo dos principais clubes do país –, Gunners e Spurs terminaram o Inglês em 6º e 8º, respectivamente. Porém, como o Arsenal venceu a FA Cup, a Copa da Inglaterra, ganhou o direito de disputar a Liga Europa.

Em termos europeus, Arsenal e Tottenham nunca venceram uma Champions League. Porém, o Tottenham já ergueu duas taças da Liga Europa: em 1971-1972 e em 1983-1984. Um dos principais trunfos dos Spurs é o seu comandante, José Mourinho. O português já venceu a Champions em duas ocasiões (com Porto e Inter de Milão) e a Liga Europa uma vez, com o Manchester United, em 2016-17.

Entre os italianos, há também uma necessidade, quase urgência, de retornar aos dias de glória. E ela parte principalmente do Milan. Um dos clubes mais vencedores do mundo, com times e craques lendários, além de sete troféus da Champions League na prateleira, perdeu bastante espaço no continente e na Itália. Seu último título nacional foi em 2011 e a última vez que conquistou o continente, em 2007.

Aos poucos, os rossoneri vão arrumando a casa, com contratações certeiras, além da presença do veterano craque Zlatan Ibrahimovic, que também nunca venceu um título europeu.

Em situação semelhante, a Napoli, clube que tem uma conquista de Liga Europa em sua história, em 1988-89, liderados por ninguém menos que Diego Maradona, apresenta um time suficientemente competitivo para sonhar com o bicampeonato. Entre eles, o técnico Gennaro Gattuso e os atacantes Mertens, Lozano e Insigne. Por último, a Roma completa a legião italiana que promete dar trabalho no torneio.

Menções honrosas

Sem a presença do bicho-papão de Liga Europa, o Sevilla, atual campeão e detentor de seis títulos, a disputa oferece alguma esperança de equilíbrio e até algumas surpresas. Bayer Leverkusen, Benfica, Real Sociedad, Leicester City e os escoceses do Rangers e do Celtic podem se permitir sonhar.

Considerando ainda que os times que ficarem em 3º em seus grupos na Champions League entram na disputa da fase mata-mata da Liga Europa.

Onde assistir os principais jogos desta quinta (22/10):

Young Boys x Roma (13h55) – ESPN Brasil
Rapid Wien x Arsenal (13h55) – Fox Sports
Celtic x Milan (16h) – ESPN Brasil
Tottenham x LASK (16h) – Fox Sports

Vídeos
Últimas notícias