Jonas, que já foi o “pior atacante do mundo”, anuncia aposentadoria

Ao contrário do que achava jornal espanhol que o batizou em 2009, brasileiro se tornou ídolo do Benfica ao fazer 183 jogos e marcar 137 gols

Reprodução/InstagramReprodução/Instagram

atualizado 09/07/2019 17:51

O atacante Jonas, de 35 anos, anunciou nesta terça-feira (09/07/2019) a aposentadoria da carreira como jogador, a qual dará adeus nesta quarta-feira (10/07/21019) com uma homenagem do Benfica, seu último clube, no Estádio da Luz.

“Apaixonados torcedores do Benfica, gravo este vídeo para informá-los, junto com o Benfica, que neste momento da minha vida decidi encerrar a carreira de jogador profissional de futebol”, disse Jonas em publicação nas redes sociais do clube lisboeta.

A diretoria dos “Encarnados” prestará homenagem a Jonas, que estava na equipe desde 2014, antes da partida contra o Anderlecht, a qual dará início à pré-temporada.

Jonas tinha contrato por mais um ano e, segundo a imprensa portuguesa, obteve um acordo para receber o correspondente a essa temporada adicional, 3 milhões de euros, livres de impostos.

Contratado junto ao Valencia há cinco anos, Jonas disputou 183 jogos pelo Benfica e marcou 137 gols. Conquistou quatro títulos do Campeonato Português, um da Taça de Portugal, dois da Taça da Liga e dois da Supertaça.

Além dos clubes de Portugal e Espanha, Jonas defendeu Guarani, Santos, Portuguesa e Grêmio, pelo qual foi artilheiro do Campeonato Brasileiro em 2010. Um ano antes, porém, ele chegou a ser chamado por um jornal espanhol de “o pior atacante do mundo”.

Jonas também defendeu as cores da Seleção Brasileira em 12 partidas, incluindo na Copa América de 2016, e marcou 3 gols.