Jogadores do Shakhtar com Covid-19 têm problemas pulmonares e cardíacos

A afirmação foi feita pelo técnico português, Luís Castro, em entrevista coletiva na véspera do duelo contra o Borussia Mönchengladbach

atualizado 03/11/2020 9:23

Luís Castro, técnico do Shakhtar DonetskFederico Gambarini/picture alliance via Getty Images

O técnico do Shakhtar Donetsk, Luís Castro, demonstrou preocupação com a situação do novo coronavírus em seu elenco. Líder do Grupo B da Champions League, o mesmo de Real Madrid e Inter de Milão, o comandante revelou que dos 10 jogadores infectados no passado recente, três ainda apresentam problemas pulmonares e um cardíaco.

“As pessoas não respeitam o coronavírus. Ao ter dez jogadores do Shakhtar infetados, penso no vírus. Ele anda por aí, ao nosso lado. É estranho ver carros lotados e as pessoas andando sem máscara. Olho para os meus 10 jogadores infetados e três têm problemas pulmonares e um tem problemas cardíacos. Foi nesse momento que percebi o que se passa no mundo. Até aí eu relativizava. São jogadores com vinte e poucos anos. Quando é ao nosso lado ficamos mais sensíveis”, admitiu Luís Castro. Ele não revelou o nome dos jogadores infectados, tampouco quais apresentaram as sequelas.

A declaração do comandante português foi feita um dia antes de nova partida pela Champions, nesta terça-feira (3/11), diante do Borussia Mönchengladbach, o vice-líder do grupo. O duelo está marcado para as 14h55 (horário de Brasília.

Vídeos
Últimas notícias