Incrível Hulk: atacante voltou para brilhar no título do Atlético-MG

Aos 35 anos, o jogador chegou ao Galo badalado mas como incógnita sobre o que poderia entregar; 12 meses depois, é campeão e artilheiro

atualizado 02/12/2021 21:07

Pedro Vilela/Getty Images

Não há dúvida: Givanildo Vieira de Sousa foi o principal jogador do futebol brasileiro de 2021. Hulk ajudou o Atlético-MG a conquistar o seu primeiro título brasileiro desde 1971, e de quebra, ainda foi o artilheiro da competição.

No entanto, apesar de seu retorno ao futebol brasileiro ter sido recebido com bastante badalação, havia dúvidas sobre o que o jogador, aos 35 anos, ainda poderia oferecer dentro de campo. Isso porque desde 2016, estava no futebol da China, atuando pelo Shanghai SIPG. Apesar de ter ajudado o clube a vencer o seu primeiro título da Superliga Chinesa e ter marcado expressivos 77 gols e 145 partidas, ficava o questionamento sobre o nível de competitividade que Hulk estava enfrentando.

0

Aproveitando o fim de seu contrato na China, o Atlético-MG ofereceu contrato por dois anos, e o atleta não demorou para revelar que foi um grande acerto. A força física e a potência ainda estavam lá, suficientes para deixar adversários para trás e marcar muitos e importantes gols, que ajudaram o Galo, primeiro, a conquistar o Campeonato Mineiro. E, depois, a dominar o Brasileirão e não olhar para trás.

Com 33 jogos disputados, Hulk é o atual artilheiro do Brasileirão, com 17 gols marcados. É também o maior goleador da Copa do Brasil, com seis gols – e a chance de contribuir para mais um título do Galo na temporada (enfrenta o Athletico-PR nos dias 12 e 15 de dezembro, para decidir a competição). No total, até o momento, Hulk tem 64 jogos disputados e 32 gols pelo Atlético-MG.

As grandes exibições renderam a Hulk um retorno à Seleção Brasileira cinco anos após a sua última convocação. Ele fez parte do grupo que enfrentou Chile, Argentina e Peru pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

Carreira

Revelado no Vitória, Hulk construiu carreira primeiro no Japão, e depois foi contratado para brilhar no FC Porto, entre 2008 e 2012. Negociado ao Zenit da Rússia, virou uma das celebridades do milionário futebol chinês a partir de 2016. Por lá, conseguiu ajudar o Shanghai a chegar até a semifinal da Liga dos Campeões da Ásia em 2017 e foi campeão da Superliga Chinesa em 2018.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias