Histórico! PSG e Istanbul Basaksehir deixam campo após ato de racismo

O reserva do time turco Demba Ba reclamou e acusou o 4º árbitro romeno Sebastian Colţescu de racismo

atualizado 08/12/2020 19:17

Reprodução

Após ato de racismo, os jogadores dos dois times deixaram o campo do Parc des Prince, com apenas 21 minutos de jogo e somente 16 jogados.

O reserva do time turco Demba Ba reclamou e acusou o 4º árbitro romeno Sebastian Colţescu de ter proferido palavras de cunho racista contra o membro da comissão e ex-jogador Pierre Webo, e o jogo foi parado. O atacante pediu a todos os atletas que deixassem o campo.

“Você nunca diz ‘aquele cara branco’, você diz ‘aquele cara’. Me escute, por que quando você menciona um cara negro você diz ‘aquele negro ali?’”, questionou Demba Ba.

Como resultado, o jogo foi paralisado, já que tanto o Basaksehir quanto o PSG se recusaram a prosseguir com o duelo. Segundo informações preliminares, a UEFA suspendeu a partida momentaneamente, mas depois anunciou que dentro de alguns minutos seria reiniciada.

Aguarde mais informações

Vídeos
Últimas notícias