Grêmio vence Inter no Beira-Rio e abre vantagem rumo à final do Gaúcho

Com o triunfo na casa do rival no clássico de número 436, o Grêmio encerra uma seca de quatro Grenais sem vitória

atualizado 19/03/2022 19:16

Grêmio vence o Internacional por 3 x 0 em pleno Beira-RioLUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

O jogo de ida das semifinais do Campeonato Gaúcho entre Internacional e Grêmio terminou com grande vitória por 3 x 0 do time tricolor na casa do rival. A ótima vantagem construída no estádio Beira-Rio pavimenta o caminho da equipe de Roger Machado rumo à decisão do torneio estadual, na qual poderá conquistar seu quinto título consecutivo.

Com o triunfo na casa do rival no clássico de número 436, o Grêmio encerra uma seca de quatro Grenais sem vitória, após duas derrotas e dois empates. Como teve melhor campanha na primeira fase, na qual ficou na segunda posição, o Grêmio decidirá a classificação em casa na próxima quarta-feira. O Inter havia terminado a fase anterior em terceiro.

Após uma sequência de seis títulos consecutivos entre 2011 e 2016, o Inter busca encerrar a seca de conquistas estaduais. O time de Alexander Medina precisará vencer por três gols de diferença na partida de volta, o que levaria o duelo para os pênaltis. Caso vença por uma vantagem de quatro ou mais gols, o Inter garante a classificação no tempo normal.

O Inter entrou em campo sem surpresas na escalação, com o já confirmado desfalque de Boschilia. No lado do Grêmio, o clássico marcou o retorno de Diego Souza, recuperado e problemas musculares. Ferreirinha treinou a semana toda, mas foi poupado para o jogo. O atleta sentiu dores e ficou inseguro para retornar, apesar de não haver lesão. Com isso, Elias atuou como ponta e Diego Costa fez o papel de centroavante.

Grêmio aproveita contra-ataques

O Internacional começou o jogo tocando mais a bola, mas levou um contragolpe do rival que terminou em gol logo cedo. Após bloquear tentativa de finalização do Inter, o Grêmio partiu em contra-ataque rápido aos 10 minutos e abriu o placar do clássico Elias Manoel recebeu lançamento no ataque e saiu livre na cara do goleiro do Internacional. O jogador gremista finalizou com tranquilidade, tirando do goleiro para fazer 1 a 0.

A precisão do Grêmio no início de primeiro tempo voltou a dar frutos aos 22 minutos. Após corte errado de Cuesta na zaga, a bola sobrou nos pés de Bitello, que arriscou de fora da área e marcou um belo gol. Daniel chegou a tocar na bola, mas não conseguiu fazer a defesa.

Em desvantagem, o Inter ficou em cima do adversário nos minutos restantes do primeiro tempo, mas praticamente não conseguiu finalizar com perigo claro de gol. Na reta final, o clima do jogo esquentou e houve faltas mais duras e bate-boca entre as equipes.

Como era de se esperar, o Internacional foi para cima na volta do intervalo e pressionou o Grêmio. Brenno precisou intervir para defender algumas tentativas dos donos da casa. Em um lance parecido com o do primeiro gol, o time de Roger Machado saiu em mais um contra-ataque rápido com Elias, que finalizou duas vezes para duas grandes defesas do goleiro Daniel.

Daniel voltou a brilhar para impedir o terceiro gol gremista. O goleiro do Internacional defendeu um chute muito forte de Campaz Para complicar ainda mais a situação do time da casa, o lateral Paulo Victor foi expulso com cartão vermelho direto aos 17 minutos. O jogador, que tem substituído Moisés no time titular, levou cartão após levantar a sola da chuteira em dividida com Campaz.

Com a bola de volta em jogo, Wesley Moraes fez uma jogada típica de centroavante e assustou Breno. O atacante protegeu e girou rápido para um chute de muito perigo. Com um a menos, o Inter seguiu atacando. Aos 24, Taison conseguiu uma bela finalização, que passou com perigo por cima do gol.

Apesar das tentativas do rival, era o Grêmio quem estava com a efetividade em dia. Aos 25 minutos, Daniel deu uma entrada forte em Elias Manoel dentro da área e a arbitragem marcou pênalti. Diego Souza foi para a cobrança e bateu com perfeição, acertando o ângulo para fazer 3 a 0. O gol de Diego fechou o placar e a partida seguiu muito brigada até o fim. Nos acréscimos, Churín ainda teve ótima oportunidade, defendida por Daniel.

Agressão da torcida

Durante a comemoração do terceiro gol, o volante Lucas Silva foi atingido no rosto por um celular arremessado da arquibancada. O jogador sofreu um corte na face, que iniciou um sangramento na região entre boca e nariz. Os médicos do time tricolor precisaram ser acionados para estancar o sangramento.

O árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima recolheu o aparelho e a agressão poderá render alguma punição ao clube mandante. Vale lembrar que o clássico 435 não aconteceu na data marcada por uma agressão feita pela torcida do Inter ao ônibus do Grêmio.

O jogo de volta acontecerá na Arena do Grêmio na próxima quarta-feira, às 22h15. Quem avançar enfrentará o vencedor do embate entre Brasil de Pelotas e Ypiranga, líder da primeira fase.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias