Federação Russa de Futebol, em Moscou. Ela vai recorrer da decisão de suspensão da Fifa e Uefa - Metrópoles

Fifa confirma classificação da Polônia após excluir Rússia da Copa

Com a decisão, a Polônia aguarda o vencedor do confronto entre Suécia e República Checa, em 29 de março, para conhecer o próximo adversário

atualizado 09/03/2022 17:50

Federação Russa de Futebol, em Moscou. Ela vai recorrer da decisão de suspensão da Fifa e Uefa - MetrópolesGavriil GrigorovTASS via Getty Images

A Fifa oficializou a classificação da Polônia na próxima fase da repescagem nas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo do Catar, marcada para novembro e dezembro deste ano. A seleção liderada pelo atacante Robert Lewandowski enfrentaria a Rússia, mas passou automaticamente após o adversário ser excluído da disputa por conta da guerra na Ucrânia.

A formalização da classificação polonesa pela Fifa surge horas após a Federação de Futebol da Rússia (RFU, sigla em russo) entrar com um pedido na Corte Arbitral do Esporte (CAS) para suspender a sanção e reintegrar a seleção à disputa. Apesar do recurso, a entidade máxima do futebol ignorou a apelação e manteve a sua posição.

0

Com a decisão, a Polônia aguarda o vencedor do confronto entre Suécia e República Checa, em 29 de março, para conhecer o próximo adversário no playoff. Anteriormente, uma eventual disputa entre poloneses, checos e suecos fora prontamente descartada pela Fifa. A Federação Sueca de Futebol criticou a resolução.

“A coisa desportiva mais razoável e justa teria sido a Polônia ter um novo rival nas semifinais. Entendemos que é um novo quebra-cabeça difícil para a Fifa resolver, mas deve ser aplicado o princípio de jogar nas mesmas condições, ou seja, jogar e vencer duas partidas competitivas para chegar à fase final da Copa do Mundo”, afirmou Hakan Sjöstrand, presidente da entidade.

O técnico da Suécia, Janne Andersson, afirma que a decisão da Fifa é “completamente inútil do ponto de vista esportivo”, embora tenha apoiado a exclusão da Rússia devido à invasão da Ucrânia. “Estamos totalmente focados na preparação para a partida contra a República Checa. Queremos ir para a Copa do Mundo e faremos tudo para estar lá”, disse Andersson.

Do outro lado do confronto do leste europeu, a Ucrânia deve ter o seu jogo contra a Escócia na repescagem adiado em virtude do ataque militar russo. A Federação Ucraniana de Futebol solicitou uma nova data para o confronto marcado para o dia 24 de março, em Glasgow. Quem passar enfrentará o vencedor de País de Gales x Áustria, para o duelo que define o classificado ao Mundial do Catar.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias