Fifa avalia permitir extensão de contratos e atrasar a janela

A entidade está decidindo como fica a situação dos jogadores que estão chegando a fim de acordo em seus clubes ao fim da temporada 2019/20

atualizado 26/03/2020 16:21

A agência Reuters teve acesso, nesta quinta-feira (26/03), a um documento da Fifa tratando sobre como fica a situação dos jogadores que estão chegando a fim de contrato em seus clubes ao fim da temporada 2019/20. A intenção é que a entidade aceite a extensão destes acordos para até o encerramento da temporada que deve ser estendida.

O esperado é que as ligas nacionais e torneio continentais sejam finalizados até o dia 30 de junho. Com isso, a janela de transferência seria aberta após o término das competições, de acordo com o jornal britânico Sky Sports. No tempo normal, a Inglaterra, por exemplo, daria largada nas negociações logo em 10 de junho.

Ainda não há uma data prevista para o reinicio das competições. A consequência desta paralisação é que a temporada 2020/21 seja adiada e o mercado de transferências desta também fique para depois.

Veja a explicação da Fifa:

“Este grupo de trabalho (criado para lidar com a atual situação do futebol mundial com a pandemia do coronavírus) avaliará a necessidade de emendas ou dispensas temporárias do regulamento da Fifa sobre status e transferência de jogadores para proteger contratos para jogadores e clubes e ajustar os períodos de registro de jogadores.

Este trabalho já começou e será realizado em consulta com todas as principais partes interessadas, incluindo confederações, associações membros, clubes, ligas e jogadores.”

Últimas notícias