Ferj entra na Justiça contra Botafogo e Fluminense: “Chilique”

Federação afirma que posicionamento dos clubes “transcendeu direito à liberdade e manifestação de pensamento”

atualizado 14/07/2020 12:43

A Ferj entrou na Justiça contra Botafogo e Fluminense após o manifesto da dupla que critica a federação e o Campeonato Carioca. A entidade exige retratação e pede R$ 100 mil de danos morais, além de indenização por danos materiais em valores a serem levantados.

A federação alega que Botafogo e Fluminense “expuseram grosseira e mentirosamente uma série de supostas irregularidades imputadas à Autora”. Além disso, disse que “é muita covardia de ambos os mandatários agirem às expensas das instituições que administram para tentar infligir alguma dor na moral alheia, visando amealhar alguma fugaz repercussão social”.

Botafogo e Fluminense foram vigorosamente contrários ao retorno do Campeonato Carioca em meio à pandemia do novo coronavírus. Ambos os cubes se manifestaram contra Ferj no último dia 4 de julho, véspera do jogo entre os clubes pela semifinal da Taça Rio. Em nota conjunta, a dupla criticou a Ferj e chamou de “show de horrores” o atual cenário do futebol carioca.

Vídeos
Últimas notícias