Ex-United pede para que torcedores abandonem música sobre carne de cachorro

Park Ji-Sun, lateral sul-coreano, fez um apelo durante para que os fãs da equipe de Manchester parem com a música feita em sua homenagem

atualizado 04/10/2021 14:51

Park Ji-Sung comemorando gol pelo Manchester UnitedAlex Livesey/Getty Images

O ex-meio campo, Park Ji-Sung, resolveu fazer um apelo aos torcedores do Manchester United, clube onde se tornou ídolo. Em uma entrevista ao UTD Podcast, o sul-coreano pediu para que os adeptos da equipe parem de cantar uma música feita em sua homenagem, já que ela contém um trecho de cunho xenofóbico.

Na música feita pelos torcedores dos Red Devils para Park, que atuou de 2005 à 2012 na equipe, há um trecho onde eles sugerem que os sul-coreanos consomem carne de cachorro. O estereótipo negativo chamou a atenção do jogador, que viu a canção ser entoada no último domingo (3/10), quando a equipe empatou em 1 x 1 com o Everton.

“Essas palavras causam muito desconforto para as pessoas da Coreia do Sul, e eu lamento muito pelos jogadores mais jovens que ouviram essa música”, revelou o Park.

Na ocasião, Hwang Hee-Chan, jogador do Everton, era um dos alvos da canção por parte da torcida vermelha. O ex-United reconheceu que, de fato, houve um momento da história sul-coreana em que isso acabou ocorrendo, no entanto, hoje a expressão estereotipada e a menção a essa momento não são mais bem-vindos.

“Na Coreia do Sul, as coisas mudaram muito. É verdade que, historicamente, houve um momento em que os sul-coreanos consumiram carne de cachorro, mas, atualmente, especialmente com a geração mais joven, eles odeiam isso. A cultura mudou muito”, explicou o ídolo do clube inglês.

Park afirmou em entrevista que, há 15 anos atrás, a canção era de fato uma homenagem ao jogador. Mas que atualmente, ela deve ser evitada pelos torcedores.

“Eu sei que os torcedores não têm intenção de ofender ninguém com a música, mas nós temos que educar os fãs a pararem de usar essas palavras, porque elas são atualmente uma ofensa racista às pessoas da Coreia do Sul”, concluiu.

Após a entrevista, o Manchester United publicou um apoio ao ex-jogador, e reforçou o pedido para que a torcida pare de cantar a música.

Aos 40 anos de idade, Park Ji-Sung atuou pelo Manchester United por 7 anos e conquistou uma Champions League e quatro Premier League. Ele ainda teve duas passagens pelo PSV, da Holanda e mais de 100 partidas pela Seleção Sul-coreana e encerrou a carreira em 2014.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

 

 

Vídeos
Últimas notícias