Ex-técnico do Corinthians, Passarella sofre de Parkinson e Alzheimer

A família não confirmou o estado de saúde dele e alguns amigos têm evitado comentar, de acordo com o periódico

atualizado 27/07/2022 14:15

Claudio Villa/Getty Images

Uma das maiores figuras do futebol argentino, Daniel Passarella, aos 69 anos, enfrenta duas doenças degenerativas. De acordo com o jornal esportivo Olé, o ex-treinador do Corinthians faz tratamento contra as doenças de Parkinson e Alzheimer e já estaria sofrendo as consequências da degeneração física, com sintomas como a perda de memória.

“Ele não é mais o Passarella que conhecíamos. Agora ele é outro Daniel”, afirmou um amigo do argentino ao jornal. A família não confirmou o estado de saúde dele e alguns amigos têm evitado comentar, de acordo com o periódico. Os mais próximos contam que ele tem saído pouco de casa, em razão do risco de esquecer o caminho de volta ou de se perder por ruas que conhece há anos.

Passarella não comanda um time desde 2007, quando deixou o River Plate. Nos últimos meses, seu nome foi alvo de rumores de que poderia trabalhar o Oriente Médio ou até assumir o comando da seleção boliviana. Mas estas informações não passariam de especulações, de acordo com o Olé, devido à incapacidade de Passarella de voltar ao trabalho no momento.

O treinador é considerado uma das lendas do futebol argentino. Como jogador, era zagueiro e liderou em campo sua seleção na conquista do bicampeonato mundial em 1978 e 1986. Na primeira, era o capitão do time. Mais tarde, foi técnico da própria Argentina e do Uruguai.

Nos clubes, seu nome sempre foi ligado ao River Plate. Ele foi jogador, técnico e presidente do time, algo raro na história do futebol e só repetido por outros três homens (Santiago Bernabéu, Franz Beckenbauer e Carlos Babington). No Brasil, foi treinador do Corinthians em 2005. Ficou poucos meses por conta dos resultados abaixo do esperado.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias