Especialistas em leitura labial afirmam que Neymar foi chamado de macaco

Confusão aconteceu na derrota do PSG para o Olympique de Marselha. Caso seja punido, zagueiro pode pegar 10 jogos de suspensão

atualizado 20/09/2020 13:04

Neymar e Álvaro GonzálezAurelien Meunier - PSG/PSG via Getty Images

A acusação de racismo por parte de Neymar contra o zagueiro Alvaro González ganhou um novo capítulo. Especialistas em leitura labial afirmam que o brasileiro foi chamado de “mono”, macaco em espanhol. A confusão aconteceu em 13 de setembro, na derrota do PSG para o Olympique de Marselha, pelo campeonato francês. Irritado, Neymar agrediu o zagueiro e acabou expulso.

“Ele fala a palavra ‘mono’ em espanhol, no momento em que ele, inclusive, fala e vira a boca. Ali fica claro. A gente não conseguiu, por exemplo, perceber o que ele fala antes de falar a palavra ‘mono’, mas a palavra ‘mono’ foi um trecho que a gente teve consenso na hora em que estava fazendo o trabalho de leitura labial”, diz o especialista Felipe Over, ao site Globo Esporte.

Mas o brasileiro não é tão santo na história. Os especialistas também flagraram uma ofensa homofóbica por parte de Neymar. A Liga Francesa vai investigar o caso. Caso seja comprovada a ofensa racista, o zagueiro pode pegar dez jogos de suspensão. Pela expulsão, Neymar já foi suspenso por dois jogos.

Vídeos
Últimas notícias