Em lei do ex de Renato Gaúcho, Flamengo goleia o Grêmio fora de casa

Rubro-Negro supera expulsão ainda no primeiro tempo, passa por cima dos gaúchos e praticamente assegura a classificação

atualizado 25/08/2021 23:31

Alexandre Vidal / Flamengo

Jogando no Olímpico, em jogo válido pela Copa do Brasil, o Flamengo conseguiu um grande resultado contra o Grêmio. Mesmo com um a menos durante todo o segundo tempo, o Rubro-Negro venceu por 4×0.

Bruno Viana, Michael, Rodinei e Vitinho deixaram os cariocas com um pé nas semis da competição nacional.

A partida desta quarta-feira (25/8), foi muito além do futebol jogado em campo. O confronto entre as duas equipes marcou o retorno de Renato Gaúcho ao Estádio Olímpico.

Primeiro tempo

O Grêmio começou o jogo já tentando se impor contra o seu adversário. Villasanti tentou surpreender com finalização de longe, a bola bateu na zaga e Borja, já dentro da área, pegou o rebote. Porém, sem ângulo, o colombiano chutou para fora.

O Flamengo bem que tentou devolver a chance perigosa, mas foi o tricolor que quase marcou. Aos 14 minutos, Alisson recebeu no meio dos dois zagueiros, invadiu a área e chutou forte. A bola passou raspando a trave esquerda de Diego Alves.

Após um momento em que o jogo ficou muito disputado no meio campo, os cariocas passaram a dominar o jogo e emendaram três boas chances para marcar. Arrascaeta e Everton Ribeiro chutaram para fora, enquanto Bruno Henrique chutou no meio gol. Gabriel Chapecó em dois tempos, praticou a defesa.

Mesmo com menos posse de bola, o Grêmio continuou criando e tentando abrir o placar. Aos 45 minutos, Alisson foi lançado em profundidade e driblou Isla com o jogo de corpo. O chileno puxou o atacante, fez a falta e recebeu o segundo amarelo, voltando para o vestiário mais cedo.

Antes do apito final, Rafinha fez boa chegada pela direita e cruzou para Ferreirinha. Dentro da área, ele tentou um em pulo e assustou o goleiro Diego Alves.

A primeira etapa preocupou a torcida dos dois clubes. Douglas Costa, do Grêmio, e Bruno Henrique, do Fla, sentiram a coxa e precisaram ser substituídos.

Segundo tempo

Mesmo com um a menos, o Flamengo voltou melhor para os últimos 45 minutos de jogo. Logo aos cinco minutos, Michael teve duas boas chances para marcar. Na primeira, o atacante chutou forte e Gabriel Chapecó voou bonito para fazer a defesa. Na segunda, ele desperdiçou um rebote, de fora da área, chutando para fora.

Não demorou muito para os cariocas abrirem o placar. Everton Ribeiro bateu escanteio, a bola passou por todo mundo e caiu nos pés do zagueiro Bruno Viana. O camisa 30 dominou e chutou mascado para estufar as redes e abrir o placar.

A resposta do Grêmio seria a altura, se o travessão não estivesse ali para impedir. Alisson recebeu dentro da área e bateu entre os zagueiros adversários. A bola, caprichosamente, teimou em não entrar.

Foi a partir desse momento que o Grêmio fez valer a sua superioridade numérica. O Tricolor Gaúcho passou a pressionar o Flamengo em busca do gol de empate.

Aos 20 minutos, Borja quase marcou. O atacante subiu alto após cobrança de escanteio e obrigou Diego Alves a fazer bela defesa.

Dominado, mas não morto, o Flamengo se lançou ao ataque aos 29 minutos e quase ampliou o marcador. Michael fez boa jogada pela direita e rolou para Everton Ribeiro. Na intermediária, o meia chutou forte, de primeira. A bola tirou tinta da trave.

E foram os cariocas que balançaram as redes novamente. Quando o relógio marcava 40 minutos, Vitinho dominou na frente da área e serviu Michael. Ele chutou forte para ampliar o marcador. 2×0 para o Flamengo.

Antes do apito final, ainda deu tempo do Flamengo marcar mais dois gols. Rodinei, que entrou no lugar de Gabigol, aproveitou cruzamento da esquerda e cabeceou para o fundo das redes para fazer 3×0 para o Flamengo.

No último lance, o VAR viu pênalti de Luiz Fernando em Michael. Vitinho partiu para a bola e fechou a goleada em 4×0.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias